Divulgação/Toho

Diretor de “Operação Overlord” vai filmar o cultuado mangá “Gantz”

O cultuadíssimo mangá “Gantz” vai virar filme americano. Segundo o site Deadline, a Sony definiu o diretor Julius Avery, do terror nazista “Operação Overlord”, para comandar a adaptação.

Criado por Hiroya Oku e publicado de 2000 a 2013, o mangá também gerou uma série anime famosa pela violência e três filmes japoneses, dois deles em live-action.

A trama gira em torno de dois adolescentes que morrem em um acidente de metrô e acordam como parte de um jogo mortal, junto de outros recém-falecidos. Eles devem usar essa sobrevida para caçar e matar alienígenas perigosíssimos com armas e trajes futuristas. Quem sobreviver, participa automaticamente das próximas missões com novos recrutas. Mas ninguém lhes explica direito o que está acontecendo e quais são as regras. E há regras, inclusive a número 1 do Clube da Luta. Quem contar que participa de Gantz tem a cabeça explodida na hora. O mesmo vale para quem abandonar alguma missão.

A adaptação está a cargo de Marc Guggenheim, um dos criadores das séries “Arrow”, “Legends of Tomorrow” e do Arrowverso na TV, com produção do estúdio Temple Hill.

Ainda em desenvolvimento inicial, o projeto não tem data de início para começar a ser filmado.

Julius Avery também foi recentemente contratado para escrever e dirigir um novo filme de Van Helsing para a Universal. Sua próxima estreia será um filme original de super-herói, “Samaritan”, estrelado por Sylvester Stallone, que chega aos cinemas em agosto de 2022.

Veja abaixo os trailers dos filmes japoneses, a adaptação live-action em duas partes de “Gantz” e o impressionante anime “Gantz: 0”, que conta o capítulo mais violento da história.