Divulgação/HFPA

Globo de Ouro 2022 vai acontecer sem transmissão televisiva

A Associação da Imprensa Estrangeira de Hollywood (HFPA, na sigla em inglês) anunciou que vai realizar a premiação do Globo de Ouro em 2022, apesar da decisão da rede NBC de não transmitir o evento.

Os indicados ao prêmio serão revelados em 13 de dezembro e os vencedores anunciados em 9 de janeiro de 2022.

Embora o formato desse evento não tenha sido revelado, o Globo de Ouro já teve uma edição em que os premiados foram simplesmente nomeados numa entrevista coletiva de imprensa. Isto aconteceu em 2008, durante a greve dos roteiristas de Hollywood.

A NBC tomou a decisão de não transmitir o próximo Globo de Ouro em maio, repercutindo boicotes de vários setores de Hollywood após a denúncia de que a HFPA não tinha integrantes negros, o que também trouxe à tona acusações de histórico sexista e falta de ética de integrantes da organização.

Por conta disso, a HFPA se comprometeu a mudar, abrindo vagas para novos integrantes e mudando várias de suas regras, incluindo a adoção de um manual de ética. Poucos levaram fé nas promessas e o boicote ao evento foi mantido.

Após os esforços iniciais para se renovar, a organização aprovou seis integrantes negros em 1 de outubro – um resultado pífio, que tornou os eleitores do Globo de Ouro apenas 5,7% mais diversos que no ano passado.

Exibida em meio à polêmica, a cerimônia de 2021 teve a pior audiência do Globo de Ouro em todos os tempos, assistida por 6,9 milhões de pessoas. Uma catástrofe quase apocalíptica em comparação aos 18,3 milhões que sintonizaram a premiação no ano passado.