Divulgação/Netflix

“On My Block” terá série derivada após acabar na Netflix

A série “On My Block” vai acabar em sua 4ª temporada, que estreia na próxima segunda (4/10), mas seu universo ficcional vai continuar a render histórias inéditas num spin-off.

A Netflix anunciou a novidade em suas redes sociais nesta segunda (27/9), revelando que a série derivada vai se chamar “Freeridge”, nome da cidade fictícia onde a trama original se passa.

De acordo com o anúncio, “Freeridge” terá um elenco diferente. A trama vai acompanhar um novo grupo de amigos, que acredita ter desencadeado uma antiga maldição que pode colocar toda a cidade em perigo.

Os cocriadores de “On My Block”, Lauren Iungerich (criadora de “Awkward”) e a dupla Eddie Gonzalez e Jeremy Haft (roteiristas de “All Eyez on Me”, cinebiografia de Tupac Shakur), são produtores da nova atração, que foi criada e será comandada por Jamie Uyeshiro, escritor das quatro temporadas de “On My Block”.

Uyeshiro, Gonzalez e Haft trabalharão como showrunners de “Freeridge”, enquanto Iungerich se dedica a outro projeto, a comédia “Boo, Bitch”, com Lana Condor (“Para Todos os Garotos que Já Amei”) para a Netflix.

Não foram revelados outros detalhes, como elenco e previsão de estreia. Mas o site The Hollywood Reporter revelou que a decisão de encerrar a série original e lançar uma atração derivada foi motivada por interesses econômicos.

“On My Block”, que tem impressionantes 95% de aprovação no Rotten Tomatoes e foi apontada pela própria plataforma como sua atração mais maratonada de 2018, ficou cara com as renovações de contratos de seus atores principais – Sierra Capri, Jason Genao, Brett Gray, Diego Tinoco e até a coadjuvante Jessica Marie Garcia – , que negociaram com sucesso aumentos salariais consideráveis para a 3ª e 4ª temporadas. Eles passaram de US$ 200 mil dólares por episódio nas duas primeiras temporadas para US$ 650 mil na 3ª temporada e US$ 850 mil no quarto ano da produção.

Se houvesse uma 5ª temporada, cada um deles veria seus salários pularem para US $ 1,05 milhão por episódio.

A Netflix economizará milhões de dólares com um spin-off com um novo elenco.