Divulgação/Berlinale

Irmãos Coen podem ter encerrado a parceria

O compositor Carter Burwell, responsável pelas trilhas sonoras de vários filmes dos irmãos Joel e Ethan Coen, acredita que os dois diretores-roteiristas, vencedores do Oscar por “Fargo” (1997) e “Onde os Fracos Não tem Vez” (2007), não vão mais trabalhar juntos. Em entrevista ao podcast Score, ele contou que Ethan disse não ter mais vontade de fazer filmes e pode se aposentar.

“Ele simplesmente percebeu que não queria mais fazer isso. Ethan parece muito feliz com a sua vida, com o que está fazendo em seu tempo livre, e não sei o que Joel vai fazer a seguir”, comentou Burwell.

Burwell revelou que, embora Ethan tenha aparentemente se aposentado, ele deixou vários projetos que o irmão poderia levar adiante.

“Eu sei que Ethan e Joel tem muitos roteiros que escreveram juntos e estão engavetados. Espero que um dia eles possam realizá-los, porque li alguns e são ótimos. Nós estamos em uma idade em que não sabemos de mais nada… Talvez todos se aposentem em breve”, brincou.

O compositor finalizou recentemente a trilha de “The Tragedy of Macbeth”, adaptação da célebre tragédia de William Shakespeare que já é resultado do fim da parceria dos irmãos, iniciada em 1984 com o lançamento de “Gosto de Sangue”, numa época em que o trabalho de Ethan não podia ser creditado, devido a exigências do sindicato dos diretores – situação superada apenas 20 anos depois.

Como nos tempos em que só um diretor podia assinar uma obra de Hollywood, “The Tragedy of Macbeth” volta a trazer apenas a assinatura solitária de Joel Coen.

O filme é estrelado pela mulher do diretor, Frances McDormand, além de Denzel Washington, e vai abrir o Festival de Nova York em 24 de setembro.