Divulgação/Netflix

Netflix cancela “#BlackAF”, série do criador de “Black-ish”

A Netflix cancelou “#BlackAF”, primeira série de Kenya Barris (criador de “Black-ish” e seus derivados) na plataforma, lançada em abril do ano passado passado. Foi Barris quem deu a notícia, durante uma reportagem sobre seus projetos, feita pela revista The Hollywood Reporter.

A série chegou a ser renovada – e nesta semana a suposta renovação completaria exatamente um ano – , mas os episódios não foram produzidos devido à pandemia, dando tempo para a plataforma mudar de ideia em relação à continuidade da atração. Apesar do final, existem planos para explorar os personagens em telefilmes.

“#BlackAF” acompanhava uma versão fictícia do próprio Barris, que ao lado da esposa Joya (personagem fictícia vivida por Rashida Jones, de “Parks & Recreation”) tenta ensinar lições relevantes para os filhos, enquanto é constantemente questionado sobre sua negritude, já que tem uma vida de branco rico e famoso.

Além de Barris e Jones, a série contava com participações especiais de várias celebridades negras dos EUA, como os cineastas Tim Story e Ava DuVernay, o produtor Will Packer e os atores Tyler Perry, Issa Rae, Lena Waithe e Mike Epps, interpretando a si mesmos. Já os seis “filhos” do roteirista eram interpretados por Genneya Walton, Iman Benson, Scarlet Spencer, Justin Claiborne, Ravi Cabot-Conyers e Richard Gardenhire Jr.

Pouco promovida, a série não deu o que falar. E a crítica achou medíocre, com apenas 46% de aprovação no Rotten Tomatoes.

Veja abaixo o trailer da 1ª e única temporada da produção.