Divulgação/AMPAS

Regina King vai filmar quadrinhos premiados

A atriz Regina King (vencedora do Oscar por “Se a Rua Beale Falasse”) já tem um novo projeto como diretora, após estrear na função com “Um Noite em Miami” no ano passado.

Ela fechou com a Legendary Pictures para comandar a adaptação cinematográfica de “Bitter Root!”, publicação da Image Comics que venceu o prêmio Eisner 2020 (o Oscar dos quadrinhos).

Os quadrinhos de David Walker, Chuck Brown e Sanford Greene costumam ser descritos como uma combinação de “Corra!” e “Blade”. A ação acontece no Harlem, bairro negro de Nova York, durante os anos 1920 e gira em torno da família Sangerye, experientes caçadores de criaturas, em luta contra uma ameaça sobrenatural que se alimenta de preconceito e transforma seres humanos em monstros. A metáfora é pouco sutil.

De acordo com o anúncio do Legendary: “Por gerações, os Sangeryes têm caçado e curado aqueles infectados por uma força sobrenatural que se alimenta do preconceito e transforma os humanos em monstros. Mas com a maior parte da família morta, os Sangeryes restantes discordam sobre como salvar ou matar os monstros.”

O roteiro está a cargo de Bryan Edward Hill, que já abordou caçadores de monstros na série “Ash vs Evil Dead” e também já adaptou quadrinhos como um dos principais roteiristas da série “Titãs”. A produção ainda conta com Ryan Coogler, o diretor de uma das adaptações de quadrinhos mais bem-sucedidas de todos os tempos: “Pantera Negra”, da Marvel.

Vale lembrar que a própria Regina King também tem experiência com quadrinhos, após estrelar a série “Watchmen”, baseada em personagens da DC Comics, que lhe rendeu um de seus dois Emmys de Melhor Atriz – ela tem mais dois como Atriz Coadjuvante.