Divulgação/Paramount

Próximo filme de Star Trek será escrito por roteirista de Star Trek: Discovery

A Paramount está fazendo nova tentativa de retomar a franquia “Star Trek” nos cinemas. O estúdio anunciou que a roteirista Kalinda Vazquez, que já assinou um episódio da série “Star Trek: Discovery”, vai escrever um novo filme, que será produzido por J.J. Abrams, diretor do reboot cinematográfico de 2009.

O novo filme será baseado em uma história original criada por Vazquez. O que significa que se trata da quarta história diferente desenvolvida para a franquia desde “Star Trek: Sem Fronteiras” (2016). Dirigido por Justin Lin, aquele filme fez US$ 343 milhões nas bilheterias mundiais, o que foi considerado pouco para os custos de suas filmagens (estimados em US$ 185 milhões) e esfriou o ímpeto do estúdio em continuar explorando a franquia nos cinemas.

Apesar disso, havia planos para continuar com o mesmo elenco, acrescentando a volta de Chris Hemsworth ao universo trekker, naquele que seria o o primeiro “Star Trek” dirigido por uma mulher, SJ Clarkson (“Jessica Jones”), antes de uma tragédia mudar tudo. A morte de Anton Yelchin, intérprete de Chekov, acabou pesando muito e serviu de fecho para essa geração cinematográfica.

Os dois projetos desenvolvidos posteriormente, um que seria dirigido por Quentin Tarantino (“Era uma Vez em Hollywood”) e outro por Noah Hawley (criador de “Fargo” e “Legion”), já não tinham obrigação de aproveitar o elenco formado por Chris Pine, Zachary Quinto, Karl Urban, Zoe Saldana, Simon Pegg e John Cho.

Como nenhum desses projetos foi adiante, agora é a vez de Kalinda Vazquez descobrir como fazer “Star Trek” chegar onde nenhuma dessas tentativas anteriores jamais esteve: de volta aos cinemas.