Instagram/Lil Nas X

Lil Nas X sai do armário e vai parar no inferno em clipe radicalmente gay

Lil Nas X vai do paraíso ao inferno no clipe radicalmente gay de “Montero (Call Me By Your Name)”.

Com um título que referencia o romance homossexual retratado no filme “Me Chame pelo Seu Nome”, o vídeo é repleto de cenas LGBTQ+. Algumas são capazes de causar fortes emoções (em mais de um sentido), como a lap dance hardcore feita por Lil Nas X no diabo.

As cenas incluem muitos efeitos visuais, em que o rapper se faz de vítima e algoz, aparecendo em dose dupla com a ajuda da computação gráfica, que o multiplica na tela. E, ao final, ele se mostra tão “levado” que até assume o trono do inferno.

A historinha não deixa de refletir uma “culpa cristã” por o rapper se assumir gay. É a primeira vez que Lil Nas X “se chama pelo seu nome” e demonstra sua sexualidade de forma explícita. E como resultado da ousadia… vai parar no inferno.

Montero é o nome de batismo do autor do hit “Old Town Road”, que lançou a nova canção para se dirigir a ele mesmo quanto tinha 14 anos.

“Caro Montero de 14 anos, escrevi uma música com o seu nome”, explicou no Twitter. “Eu sei que nós prometemos a nós mesmos nunca sair do armário, nunca ser ‘aquele tipo’ de pessoa gay. Eu sei que nós prometemos morrer com esse segredo, mas esse clipe vai abrir as portas para tantas pessoas queer simplesmente existirem”, acrescentou.

O rapper ainda assumiu que estava “muito assustado” com a possível repercussão do clipe, temendo acusações de que ele estava “promovendo a agenda gay”. “Mas a verdade é que eu estou, mesmo. A minha agenda é fazer as pessoas entenderem que não devem se meter na vida das outras pessoas, ditando quem elas deveriam ser”, completou.

O próprio Montero/Lil Nas X é creditado como diretor do clipe, em parceria com Tanu Muino (que fez “Up”, de Cardi B).