Divulgação/Simon & Schuster

Larry McMurtry (1936 – 2021)

O escritor americano Larry McMurtry morreu na quinta (25/3) nos EUA, aos 84 anos. Além de romancista prolífico com mais de 30 livros publicados, ele venceu o Oscar de Melhor Roteiro Adaptado por “O Segredo de Brokeback Mountain” (2005). A causa da morte não foi informada.

O belo romance gay, baseado num conto de Annie Proulx, também deveria ter ganhado o troféu de Melhor Filme em 2006, mas o preconceito da velha guarda da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas preferiu premiar “Crash”, um dos dramas mais medíocres a vencer o Oscar.

O envolvimento sexual dos cowboys enrustidos vividos por Heath Ledger e Jake Gyllenhaal foi um dos poucos roteiros realmente escritos por McMurtry, que dividiu o trabalho com a amiga Diana Ossana. Isto porque a maioria das vezes em que seu nome apareceu nas telas de cinema foi devido à adaptação de seus livros por terceiros.

McMurtry escreveu vários livros que inspiraram grandes sucessos de bilheteria, como “Laços de Ternura” (1983), de James L. Brooks, vencedor do Oscar de Melhor Filme, o cultuadíssimo “A Última Sessão de Cinema” (1971), que ele próprio adaptou com o diretor Peter Bognadovich, ganhando sua primeira indicação ao Oscar, e até “O Indomado” (1963), de Martin Ritt, estrelado pelo jovem Paul Newman.

Ele também inspirou diversas obras televisivas, como a minissérie “Os Pistoleiros do Oeste” (1989), adaptada do livro “Lonesome Dove”, vencedor do Prêmio Pulitzer em 1986, que virou franquia com duas continuações.

Sua paixão pela literatura ainda o fez manter, durante meio século, um dos maiores sebos dos Estados Unidos, chamado de Book Up, na sua cidade natal, Archer City. Antes de leiloar os livros em 2012, a Book Up chegou a ter mais de 400 mil volumes, distribuídos em seis prédios diferentes.

Apesar disso, ele se orgulhava de ser um outsider do meio literário, sem abrir mão de morar, na maior parte da vida, na sua cidadezinha natal no Texas. Uma das maiores demonstrações de seu desapego ao glamour aconteceu no Oscar, quando subiu ao palco, para receber a estatueta por “Brokeback Mountain”, trajando jeans e botas de cowboy, e em seu discurso homenageou “todas as livrarias do mundo”. Veja abaixo.

McMurtry finalizou um último roteiro com Diana Ossana, que deve ganhar lançamento comercial nos cinemas ainda neste ano. Exibido no Festival de Toronto passado, “Good Joe Bell” acompanha um cowboy (vivido por Mark Wahlberg) que tem a vida virada pelo avesso após seu filho se matar, atormentado pelo bullying dos colegas de escola por ser gay.