Divulgação/The Rank Organisation

Trisha Noble (1944 – 2021)

A atriz australiana Trisha Noble, que participou da franquia “Star Wars”, morreu em 23 de janeiro, dias antes do seu 77º aniversário, de complicações de um tumor causado por fibras de amianto. Mas sua morte só foi confirmada nesta semana, quando ela faria aniversário.

Noble participou de dois filmes da trilogia intermediária da saga sci-fi, no papel de Jobal Naberrie, a mãe de Padmé Amidala, interpretada por Natalie Portman. Ela filmou sua estreia em “Star Wars: Episódio 2 – Ataque dos Clones”, de 2002. No entanto, suas cenas foram cortadas da versão final do longa e aparecem apenas nos extras do lançamento em DVD. Por conta disso, ela só foi vista no cinema em “Star Wars: Episódio III – A Vingança dos Sith”, de 2005.

O papel de Jobal Naberrie também foi o último desempenho hollywoodiano de sua longa carreira, que começou ainda na adolescência como cantora pop (na época chamada de Patsy Ann Noble).

Patricia Ann Ruth Noble nasceu e foi criada em Marrickville, Sydney. Ela era filha do comediante australiano Clarence “Buster” Noble e da cantora e dançarina Helen De Paul, e desde cedo foi incentivada a cantar, participando de vários programas de TV.

Em 1961, venceu o prêmio de melhor cantora australiana e se mudou para o Reino Unido, onde assinou com a Columbia Records, gravou discos como Patsy Ann Noble e iniciou sua carreira de atriz, em séries como “Danger Man” e “Z Cars”. Ela também cantou no filme “Live It Up!” (1963), viveu a femme fatale do filme de espionagem “Death Is a Woman” (1966) – ilustrando o pôster de biquíni e arpão – e estrelou a comédia “Fuzarca no Camping” (1969), da franquia de humor “Carry On”.

Mas ao buscar o sonho hollywoodiano, mudando-se para os EUA nos anos 1970, sua carreira estagnou. Apesar de aparecer em diversas séries consecutivas por uma década – incluindo “Baretta”, “Columbo”, “Galeria do Terror”, “Mary Tyler Moore”, “Arquivo Confidencial”, “Ilha da Fantasia”, “Buck Rogers” e “Casal 20” – , seu desempenho mais visível antes de “Star Wars” foi um papel fixo na atração policial de curta duração “Strike Force” (1981-1982).