blank Divulgação/Warner

Protagonista da nova série de Constantine não seria branco

A informação de que John Constantine ganhará uma nova série na HBO Max foi acompanhada por uma informação de bastidores, ainda não confirmada oficialmente, que já agitou as redes sociais com declarações de perda de interesse na produção.

De acordo com o site Deadline, a nova série do personagem dos quadrinhos da DC Comics vai prezar pela diversidade na escalação. Outros sites chegam a citar nominalmente o ator Riz Ahmed (o vilão de “Venom”) como preferência dos produtores. Em outras palavras, Constantine não será retratado como sempre foi nos quadrinhos: como um inglês loiro.

Vale lembrar que Keanu Reeves sofreu rejeição por não ser um loiro britânico ao assumir o papel no filme de 2005. Por conta disso, ao anunciar Matt Ryan como intérprete do personagem na série de 2014, o showrunner David S. Goyer disse textualmente: “Tenho orgulho de dizer que Constantine está sendo interpretado por um britânico, Matt Ryan, e ele tem cabelos loiros.”

A alteração racial de personagens estabelecidos costuma dividir opiniões. Mas os quadrinhos já mostraram o caminho do consenso. Quando a Marvel quis fazer um Homem-Aranha negro, não mudou a pigmentação de Peter Parker, o personagem tradicional. Criou outro personagem: Miles Morales. Ele caiu nas graças do público e acabou estrelando seu próprio longa-metragem, “Homem-Aranha no Aranhaverso”, que venceu o Oscar de Melhor Animação.

Além disso, a Marvel passou a ter outro personagem negro importante em seu universo, que nunca enfrentou comparações com sua versão branca, porque ela não existe.

O sucesso dessa iniciativa passou a guiar os passos da editora, que lançou sua “Homem de Ferro negra” na forma de Riri Williams, a Coração de Ferro, e sua Capitã Marvel muçulmana como Kamala Khan, a Ms. Marvel. Agora, as duas heroínas vão ganhar suas próprias séries na Disney+ (Disney Plus).

Vale reparar que a expectativa de um Constantine BIPOC já rende discussões estéreis nas redes sociais, que não aconteceram durante o anúncio das séries de Coração Negro e Ms. Marvel. Além disso, a iniciativa assume abertamente a possibilidade de rejeição dos fãs do personagem original – que foi concebido nos anos 1980 com inspiração no visual do cantor Sting.

A nova versão de Constantine está nas mãos da Bad Robot, produtora do cineasta J.J. Abrams (“Star Wars: A Ascensão Skywalker”).

O projeto está sendo escrito pelo estreante Guy Bolton (autor do best-seller “The Pictures”), conforme revelou seu agente num perfil da web.