Instagram/Justin Timberlake

Justin Timberlake pede desculpas a Britney Spears após documentário

O cantor e ator Justin Timberlake usou seu Instagram para pedir desculpas à ex-namorada Britney Spears após a repercussão do documentário “Framing Britney Spears”, lançado no fim de semana passado nos EUA. O filme aborda a trajetória da cantora e a forma como as pessoas e a mídia a trataram durante sua luta com problemas nervosos, com destaque para o machismo e misoginia que prejudicaram sua carreira.

Um trecho do documentário, produzido pelo The New York Times e exibido pelo canal pago FX e a plataforma Hulu, abordou o relacionamento de Britney e Justin, demonstrando como ele “controlou a narrativa” sobre o namoro e a eventual separação, enquanto ela foi julgada pela mídia.

Fãs da cantora e muitos que nem lembravam mais do namoro do casal foram às redes sociais reclamar do cantor, que ouviu tudo com humildade e resolveu se posicionar.

“Eu vi as mensagens, tags, comentários e questionamento e quero comentar. Peço desculpas pelas vezes em minha vida nas quais minhas ações contribuíram para o problema, nas quais falei quando não devia, e nas quais não me manifestei em defesa do que era certo. Eu entendo que falhei nestes momentos e em muitos outros, e que me beneficiei de um sistema que é conivente com o racismo e a misoginia”, Timberlake escreveu.

“Peço desculpas, especificamente, para Britney Spears e Janet Jackson, porque eu me importo com essas mulheres e as respeito, e sei que falhei. Sinto que preciso falar isso, porque todo mundo envolvido nessas histórias merece algo melhor”, continuou.

Além de abordar a polêmica envolvendo Britney, ele aproveitou o mea culpa para se desculpar também com Janet Jackson. Em 2004, os dois se apresentaram juntos no Super Bowl, e um problema no figurino de Janet fez com que um dos seios dela ficasse exposto por um breve momento, causando prejuízos para sua carreira — mas não para a de Justin.

Timberlake observou que a indústria do entretenimento é um sistema que beneficia homens, e especialmente homens brancos.

“Como um homem em uma posição privilegiada, eu não posso me calar diante disso. Por causa da minha ignorância, eu não reconheci quando esse sistema estava agindo na minha própria vida, mas não quero me beneficiar pela diminuição dos outros nunca mais”, continuou.

“Não fui perfeito ao lidar com isso ao longo da minha carreira. Sei que esse pedido de desculpas é o primeiro passo e não absolve meu passado. Mas eu quero assumir a responsabilidade pelos meus erros e também fazer parte de um mundo capaz de melhorar e apoiar”.

“Eu me importo profundamente com o bem-estar das pessoas que eu amo, e das pessoas que eu já amei. Eu posso ser melhor do que tenho sido, e vou ser”, concluiu.

Ao lado do texto, nos comentários, a atriz Jessica Biel, esposa de Timberlake, postou um coraçãozinho e um “Eu te amo”.

Veja a postagem original abaixo.