Divulgação/Cannes Film Festival

Festival de Cannes é adiado para julho

O Festival de Cannes confirmou seu adiamento para julho, devido à pandemia de Covid-19.

Em comunicado, os organizadores do mais importante festival de cinema da Europa informaram nesta quarta-feira (27/1) que edição de 2021 está marcada para acontecer entre os dias 6 e 17 de julho.

“Como anunciado no último outono, o Festival de Cannes se reservava o direito de mudar suas datas dependendo do avanço da situação de saúde global”, resumiu a organização em comunicado.

Antes, as datas previstas eram de 11 a 22 de maio.

De todo modo, trata-se de um adiamento bastante otimista, repetindo o que aconteceu no ano passado, quando os organizadores também adiaram a realização para julho. Só que a França manteve os cinemas fechados e o espaço principal do festival foi transformado em centro de atendimento a desabrigados durante a pandemia. O evento acabou cancelado e os organizadores se contentaram em listar os filmes que participariam.

Após a reabertura dos cinemas e a realização do Festival de Veneza, Cannes anunciou um mini-festival em outubro, mas com outros filmes, a maioria curtas, e nenhuma repercussão. Não foi o Festival de Cannes, mas uma mostrinha. Detalhe: o final desta versão enxuta coincidiu com um novo lockdown na França.

Com mais um adiamento, Cannes demonstra outra vez sua relutância em realizar uma versão virtual de sua programação. A questão é polêmica porque o festival chegou a banir os filmes da Netflix de sua competição, após pressão dos proprietários de cinemas da França, e a realização de uma versão do festival em streaming representaria uma reviravolta completa em sua posição original.

Caso isso aconteça, Cannes perderá argumentos para continuar barrando produções da Netflix e de outras plataformas digitais em sua competição. E aparentemente os organizadores preferem não fazer o festival a permitir essa brecha.

Vale observar que outro importante evento do cinema europeu, o Festival de Berlim, já anunciou o cancelamento de suas sessões presenciais, planejando um evento totalmente online em março.