Instagram/Duda Reis

Duda Reis registra queixa criminal por agressão e estupro contra Nego do Borel

Após desabafos nas redes sociais, a jovem atriz Duda Reis (“Malhação”) registrou uma queixa criminal contra seu ex-noivo, o cantor Nego do Borel, na manhã desta quinta (14/1) na 1ª DDM (Delegacia de Defesa da Mulher), em São Paulo. No boletim de ocorrência, a atriz acusa o cantor de estupro de vulnerável, ameaça, injúria, lesão corporal, violência doméstica e transmissão de HPV (infecção sexualmente transmissível).

No registro policial, que começou a circular na imprensa poucos minutos após a atriz deixar a delegacia, ela alega que foi agredida pela primeira vez em 2018, durante o Carnaval, quando Borel teria apertado seus braços, resultando em lesões. No mesmo ano, ainda segundo a atriz, o cantor a empurrou e a humilhou em um evento diante de amigos, o que causou outras lesões. Ela diz ainda que, junto a isso, ocorreram xingamentos e humilhações por parte do cantor, que sempre a culpava pelo próprio descontrole.

A atriz detalhou também que, em agosto de 2018, em uma viagem a Portugal com Borel, ela permaneceu dopada pelo uso de medicamentos contra ansiedade, ingeridos por pressão do cantor. Segundo a acusação, quando ele retornava de shows e de saídas noturnas, Borel mantinha relações sexuais não consentidas pela vítima, que se encontrava dopada. Ela afirma que dizia para ele não continuar.

Em outubro de 2019, teriam ocorrido novas explosões de violências contra ela na casa do cantor.

“Em uma crise de ciúme, o autor a agrediu com pontapés na perna e arrebentou a ‘cabeçadas’ a porta do local. Eram corriqueiros os danos a objetos da residência durante as crises de ciúme, e o mesmo dizia que quebraria os objetos para não ter que ‘quebrar a vítima'”, descreve o BO. “Eram comuns ameaças de morte à vítima e que o mesmo dizia que bateria o veículo e se mataria. Que acelerava o veículo em direção a postes e desviava, deixando a vítima em pânico.”

Ainda de acordo com o relato feito pela atriz, em novembro de 2019, após um churrasco na casa do cantor, ela teria sido ameaçada por ele com uma faca. Ele dizia que iria matá-la. O funkeiro estaria revoltado por ela ter ido ao Sambódromo no dia anterior sem a aprovação dele.

Duda Reis ainda acusa Nego do Borel de transmitir a ela uma infecção sexualmente transmissível durante o relacionamento dos dois. Ela teria sido “traída diversas sem que soubesse”, e por isso contraiu HPV.

O BO ainda registra que a atriz descobriu na residência de Borel um fuzil e um cofre com R$ 2 milhões em espécie.

Após a denúncia, ela requisitou medida protetiva com base na Lei Maria da Penha. Dessa maneira, Nego não pode contatá-la, nem se aproximar dela.

As denúncias de violência doméstica de Borel não são novidade. Elas surgiram em junho passado, vindas do pai da atriz, Luiz Fernando Barreiros, que a chamou de “idiota” por noivar com o cantor. “Larga de ser idiota e acorda para a vida! Conta a verdade para as pessoas! Nada é pior que vender a família por um trocado de um mau-caráter que agrediu você, sim, que quase te abandonou no meio da estrada em Portugal, que te agride verbalmente, que faz você ter medo! Palavras suas, não minhas! Continua defendendo esse idiota, mas se prepara para a conta futura!”, escreveu o médico nas redes sociais.

Finalmente, na última quarta (13/2), a atriz admitiu sofrer abusos e acusou o ex-noivo de agressão, relatando as ameaças que sofreu dele.

O desabafo ocorreu após os dois terem se separado. A ruptura aconteceu depois da volta do casal de uma viagem às Maldivas, quando Duda descobriu vários traições do então noivo. Na quarta-feira da semana do Natal, Nego saiu de casa dizendo que ia gravar um programa. Ela, então, quis que o cantor mandasse fotos para comprovar se estava mesmo na gravação. Ele não gostou e teria dito que acertaria as contas com ela quando chegasse em casa.

Com medo, Duda saiu desesperada da casa apenas com a roupa do corpo e pediu socorro aos pais. Logo depois, ligou para Nego do Borel terminando o relacionamento.

O cantor chegou a gravar um vídeo no Stories, na época, dizendo que a separação foi consensual e os dois seguiam amigos, o que nunca procedeu. Ele teria relutado em entregar os pertences da atriz, e só cedeu depois que a família dela acionou a polícia e ameaçou bater lá com os agentes.

A partir daí, Duda começou a receber várias denúncias de traições. Ela contou com a ajuda da modelo Yasmin Brunet, que com toda a experiência de violência à mulher sofrida pela mãe Luiza Brunet, ajudou Duda a denunciar os abusos sofridos.

Foi quando ela resolveu denunciar nas redes sociais.

“Sofri, sim, agressão física, já tiveram episódios que ele me empurrou. Num deles eu caí tão forte em cima de várias cadeiras e me machuquei. Um amigo dele, que é uma figura pública, entrou no meio para apartar e poder segurar. Isso vai fazer parte de um dos BOs de agressão que estou abrindo contra ele. Não foi a primeira, não foi a única agressão, assim como todas as agressões verbais que eu ouvia, e todas as manipulações também. Eu era muito manipulada a sempre defendê-lo”, disse ela, afirmando ainda que o cantor chegou ameaçar seus pais de morte: “Ele dizia que eu brigava com cachorro grande, dizia que ia mandar matar minha família”.

Em resposta às acusações, Nego registrou uma queixa contra Duda por injúria, calúnia e difamação na 42ª DP do Recreio, na Zona Oeste do Rio. Em nota, o cantor admitiu ter apenas traído a atriz. “Sim, houve traição, que foi um erro que eu não me orgulho. Me arrependo muito”, escreveu.

Depois disso, a atriz registrou queixa criminal.

Ao sair da delegacia, ela publicou um novo vídeo em seu Stories no Instagram, em que apareceu chorando. “Gente, acabei de sair da delegacia. Vim aqui para falar com vocês e explicar um pouquinho. É um mix de sentimentos que estou sentindo. Mas, em primeira mão, queria agradecer muito minhas advogadas, por todo o acolhimento que recebi da Delegacia e obrigada pelo apoio de vocês”, disse, emocionada.

Em seu perfil no Instagram, o cantor se defendeu das acusações e negou que tenha sido violento com Duda Reis.

“Sim eu traí e foi essa a contribuição para o fim do nosso relacionamento. As contribuições dela para o fim do nosso relacionamento eu prefiro não expor até o momento. Eu nunca agredi ela, nunca pratiquei qualquer tipo de violência contra ela e agora nós vamos em alguns fatos que não estão sendo contados corretamente”, disse, usando o vídeo para mostrar algumas conversas que teve com a ex-noiva e questionar a afirmação de que ela tinha medo de voltar para casa.

“Ela está dizendo que saiu daqui da minha casa com medo e não tinha intenção de voltar. Eu vou mostrar para vocês um print em que ela fala que iria retornar para casa na sexta-feira ao invés do sábado”, completou. Veja abaixo.