Divulgação/Paramount

Estreias online: Filme do Bob Esponja é principal lançamento digital da semana

Produzido para o cinema, o novo longa animado de “Bob Esponja” virou o principal lançamento inédito em streaming da semana, numa mudança de estratégia causada pelo efeito da pandemia de coronavírus no mercado cinematográfico. O filme chega ao Brasil pela Netflix, que negociou os direitos internacionais da produção com a Paramount.

Confira abaixo mais detalhes sobre esta e outras estreias digitais no Top 10 completo dos lançamentos digitais, incluindo trailers e informações sobre cada título selecionado.

Bob Esponja: O Incrível Resgate | EUA | 2020

O terceiro longa derivado da série animada da Nickelodeon é também o primeiro feito totalmente com animação computadorizada. A trama acompanha Bob Esponja e seu melhor amigo Patrick numa jornada pelas profundezas do oceano em busca do caracol de estimação Gary, que está desaparecido. Escrito e dirigido por Tim Hill (“Alvin e os Esquilos”), o filme conta com participação do rapper Snoop Dogg e do ator Keanu Reeves (“John Wick”) e conquistou críticas positivas, com 71% de aprovação no Rotten Tomatoes, além de ter inspirado a produção de uma nova série, “Kamp Koral: SpongeBob’s Under Years”, baseada numa cena de flashback – prevista para 2021 na Paramount+ (novo nome da CBS All Access).

Disponível na Netflix

Missão Presente de Natal | EUA | 2020

Comédia romântica natalina estrelada por Kat Graham (“The Vampire Diaries”) e Alexander Ludwig (“Vikings”), que troca o bom velhinho da decoração invernal por um jovem Papai Noel surfista num passeio por praias tropicais de tirar o fôlego. Graham vive a assistente de uma política ranzinza, que chega numa ilha paradisíaca para investigar o uso de aviões militares na distribuição de presentes de Natal. Ludwig é o militar descamisado que comanda a missão do título, levando remédios, comida e brinquedos para comunidades isoladas do Pacífico. A causa é nobre e a primeira impressão negativa logo se transforma em amor à segunda vista. Mas é difícil deixar de reparar que, se tivesse músicas e fosse feita há meio século, esta história seria basicamente um filme de Elvis Presley.

Disponível na Netflix

De Perto Ela Não É Normal | Brasil | 2020

Suzana Pires adapta e estrela a versão de cinema da peça que ela apresentou nos palcos em 2006, em mais um monólogo teatral transformado em filme, depois do sucesso de “Minha Mãe É uma Peça” e “Os Homens São de Marte… E é pra Lá que eu Vou”. A protagonista é Suzy, uma mulher madura, casada com seu namoradinho de infância (Marcelo Serrado) e com duas filhas crescidas, que segue exatamente a vida tradicional prescrita por sua mãe. Mas quando as filhas saem de casa e ela reencontra sua Tia Suely, Suzie resolve dar uma guinada na vida e ir em busca de si mesma, evoluindo da condição de “mãe de família” para mulher empoderada e bem-sucedida. A direção é de Cininha de Paula (“Crô em Família” e “Duas de Mim”) e o elenco é cheio de celebridades televisivas, que ajudam a popularizar o humor. Entre os famosos do elenco estão as cantoras Ivete Sangalo e Gaby Amarantos, os apresentadores Angélica e Otaviano Costa, os comediantes Samantha Schmütz, Heloisa Perissé, Orlando Drummond e Cristina Pereira, o ex-“A Fazenda” Gominho, o veterano símbolo sexual Henri Castelli e a travesti Jane Di Castro, que faleceu há duas semanas (23/10). O filme foi seu último trabalho.

Disponível na Looke, Now e Telecine

2 | Brasil | 2018

O primeiro longa de Marcelo Presotto, que vem do mercado publicitário, causou grande impacto no circuito de festivais independentes internacionais, vencendo nada menos que 67 prêmios. Em clima de suspense dramático, a trama acompanha um rapaz que, depois da morte da mãe, encontra pela primeira vez sua misteriosa meia irmã por parte de pai e decide passar uns dias no apartamento dela para conhecê-la melhor. A situação conflitante de ambos suscita neles perguntas sobre o passado, revelando verdades inesperadas sobre o pai. O papel principal é vivido por Naomi Nero (revelado em “Mãe Só Há Uma”), que é filho do diretor, e as filmagens aconteceram no apartamento real do ator, com Barbara Riethe (“Alone”), amiga da outra filha do diretor, no papel da irmã. Além de atores convidados, completam a equipe três gatos de Nero como coadjuvantes. Tudo foi rodado em 10 dias sem assistentes, continuístas, luz, etc, mas impressionou um monte de gente, inclusive o músico Zeca Baleiro, que se dispôs a compor a trilha sonora. O cinema indie brasileiro não só existe como tem qualidade.

Disponível na Looke, Now e Vivo Play

Banana Split | EUA | 2018

Premiada em vários festivais indies norte-americanos, a produção é a comédia teen queridinha da temporada nos EUA, com 89% de aprovação no Rotten Tomatoes. O destaque pertence à atriz Hannah Marks (“Dirk Gently’s Holistic Detective Agency”), que escreveu o roteiro e estrela a produção no papel de uma estudante desajeitada de high school, que o namorado atraente troca por uma garota muito mais bonita, recém-chegada na escola. Ela passa a odiar a garota, até conhecê-la e se tornar sua melhor amiga, contra todas as expectativas. Liana Liberato (“Light as a Feather”) interpreta a rival-amiga, Dylan Sprouse (“Zack & Cody: Gêmeos à Bordo”) é o namorado e o elenco ainda inclui Jacob Batalon (“Homem-Aranha: Longe de Casa”), Luke Spencer Roberts (“O Pacote”) e Haley Ramm (também de “Light as a Feather”). O filme ainda marca a estreia na direção do cinegrafista Benjamin Kasulke, que trabalhou em alguns sucessos indies, como “A Irmã da Sua Irmã” (2011) e “Encalhados” (2014).

Disponível na Apple TV/iTunes

O Mistério de Silver Lake | EUA | 2018

O novo longa do diretor David Robert Mitchell, responsável pelo ótimo terror “Corrente do Mal” (It Follows), começa novamente com o envolvimento entre um casal e a fuga repentina de uma das partes. Mas o desenrolar é muito mais alucinante, o que dividiu a crítica americana. Na trama, Andrew Garfield (“O Espetacular Homem-Aranha”) depara-se com uma bela vizinha (Riley Keough, de “Mad Max: Estrada da Fúria”) na piscina da casa ao lado e é convidado para passar a noite em sua companhia. O casal parece se apaixonar e se despede com promessas de reencontro. Mas, no dia seguinte, a casa ao lado está vazia, como se não fosse habitada há anos. O protagonista fica obcecado pelo mistério, ponderando o que pode ter acontecido – desde uma mudança repentina de residência até um rapto e, quem sabe, o sobrenatural. Ele só não consegue esquecer aquela “mulher-fantasma”, e ao buscar pistas sobre sua verdadeira identidade começa a se envolver em situações cada vez mais bizarras.

Disponível na Apple TV/iTunes e YouTube Filmes

A Lição de Moremi | Nigéria | 2020

Drama baseado em fato reais, o filme acompanha uma universitária brilhante da Nigéria (a estreante Temi Otedola), que forma um vínculo com seu professor carismático e bem-relacionado. Aproveitando-se da situação, ele a assedia sexualmente, levando a jovem a colocar seu futuro acadêmico em risco para denunciá-lo. O filme tem roteiro de Tunde Babalola e direção de Kunle Afolayan, que trabalharam juntos em três sucessos de Nollywood – “October 1” (2014), “The CEO” (2018) e “Mokalik (Mechanic)” (2019).

Disponível na Netflix

Liga da Justiça Sombria: Guerra de Apokolips | EUA | 2020

O maior elenco de heróis já vistos numa produção animada junta os personagens do antigo selo adulto Vertigo com os super-heróis tradicionais da DC Comics. A motivação não podia ser mais apocalíptica: a ameaça de Darkseid, o tirano de Apokolips, que passa a controlar a mente de alguns heróis em seu plano de invasão da Terra. A resistência é comandada por Superman, Ravena e Constantine, dublados, respectivamente, por Jerry O’Connell (“Carter”), Taissa Farmiga (“American Horror Story”) e Matt Ryan, que é o próprio intérprete de John Constantine na série “Legends of Tomorrow”. Eles se juntam aos dubladores oficiais dos personagens clássicos da DC nos últimos anos de produções animadas, incluindo Jason O’Mara (“Agents of S.H.I.E.L.D.”) como Batman, Rosario Dawson (“Luke Cage”) como Mulher-Maravilha, Shemar Moore (“S.W.A.T.”) como Cyborg, Christopher Gorham (“Covert Affairs”) como Flash, Camilla Luddington (“Grey’s Anatomy”) como Zatanna, Rebecca Romijn (“The Librarians”) como Lois Lane e Rainn Wilson (“The Office”) como Lex Luthor. Para completar, o veterano Tony Todd (o Candyman original do terror homônimo) dá voz ao vilão Darkseid. Detalhe: o filme recebeu classificação “R” nos EUA. Isto é, não foi feito para crianças.

Disponível na Apple TV/iTunes, Google Play, Oi Play, Vivo Play e YouTube Filmes

Missão Planeta Terra | EUA | 2020

Exibido no Festival de Sundance, o documentário lembra o projeto Biosfera 2, que teve muita atenção da mídia em seu lançamento em 1991, mas que deu muito errado. Biosfera 2 era basicamente uma redoma de vidro gigante contendo uma réplica do ecossistema da Terra, onde um grupo de voluntários viveu por dois anos, sustentando-se apenas do que era produzido no local. A experiência deveria evocar uma convivência pacífica e testes de novas tecnologias que poderiam servir de modelo para colonização de outro planetas, mas acabou se tornando um microcosmo do comportamento polarizado da humanidade, gerando reações exacerbadas, intrigas e divisões diante dos problemas que mergulharam o projeto no caos, como falta de oxigênio, morte das plantas, etc.

Disponível na Apple TV/iTunes, Google Play, Now, Sky Play, Vivo Play e YouTube Filmes

A Guerra dos Consoles | EUA | 2020

Documentário sobre os primórdios da indústria dos games, quando a Sega, uma empresa iniciante de fliperamas, reuniu uma equipe para enfrentar a maior empresa de jogos eletrônicos do mundo: a Nintendo. As duas companhias protagonizaram disputas históricas nos anos 1990, colocando Super Mario contra Sonic e a tecnologia japonesa contra o empreendedorismo americano. Dirigido por Blake J. Harris, o autor do livro “A Guerra dos Consoles: Sega, Nintendo e a Batalha que Definiu uma Geração”, lançado em 2014, em parceria com Jonah Tulis (“The Flying Scissors”), o filme é cheio de histórias divertidas de bastidores e deve fazer a alegria dos fãs de jogos clássicos.

Disponível na HBO Go