What We Do in the Shadows é renovada para a 3ª temporada



O canal pago americano FX renovou a série “What We Do in the Shadows”, baseada na comédia vampírica homônima (“O que Fazemos nas Sombras” no Brasil), para a 3ª temporada.

Ainda na metade de sua 2ª temporada, a série vem registrando crescimento de audiência no FX, superando em todas as plataformas superou o desempenho do primeiro ano da produção.

“Estamos incrivelmente felizes que os críticos e o público gostem de ‘Shadows'”, disse Nick Grad, presidente da programação original da FX, em comunicado. “Semana após semana, os produtores, escritores e nosso incrível elenco continuam a realizar uma das melhores e mais engraçadas séries de comédia na TV”.

Criada pelos mesmos responsáveis pelo filme, Taika Waititi (que ganhou proeminência após dirigir “Thor: Ragnarok” e “Jojo Rabbit”) e Jemaine Clement (ator na série “Legion”), a série acompanha o dia-a-dia de vampiros entediados de Nova York.

O filme original foi concebido como um falso documentário sobre o cotidiano de vampiros neozelandeses e venceu diversos festivais, como Sitges, o mais famoso dos eventos internacionais do cinema fantástico, e a mostra Midnight Madness, do Festival de Toronto.


Já a série sofreu várias mudanças, além da locação e do elenco. Para começar, os protagonistas não são três vampiros preguiçosos, mas dois vampiros e uma vampira que não aceita desaforos, e ainda há um assistente humano.

O elenco é formado por Matt Berry (da saudosa série “The IT Crowd”), Natasia Demetriou (“Year Friends”), Kayvan Novak (“As Aventuras de Paddington”) e Harvey Guillen (“The Magicians”).

A 2ª temporada ainda contou com participações especiais de Mark Hamill (o eterno Luke Skywalker de “Star Wars”), Craig Robinson (“Ghosted”) e Haley Joel Osment (até hoje lembrado como o menino de “O Sexto Sentido”).

No Brasil, a série é exibida pelo canal FOX Premium 1.



blank

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings