Harvey Weinstein enfrenta nova denúncia por abuso sexual

A promotoria de Los Angeles juntou uma nova acusação em seu processo contra Harvey Weinstein, o ex-magnata de Hollywood já condenado à prisão em Nova York. A nova denúncia registra outro abuso sexual contra uma mulher, que não foi identificada.

De acordo com a revista Variety, Weinstein é acusado de abusar sexualmente a vítima, enquanto restringia os movimentos dela. Isso teria acontecido em um hotel de Beverly Hills em 11 de maio de 2010. A mulher foi entrevistada pela polícia em outubro de 2019 e conseguiu fornecer evidências do crime, que, ao contrário de muitas outras denúncias, ainda não havia prescrito.

A promotoria teve de correr contra o tempo para formalizar a acusação, já que o crime prescreveria no próximo mês. Weinstein enfrenta em Los Angeles outras quatro acusações e, se condenado por todas, poderia pegar mais 32 anos de prisão.

Em fevereiro, Weinstein foi condenado por estupro após um julgamento em Nova York e sentenciado a 23 anos de prisão. Durante o cumprimento da pena, ele teria sido diagnosticado com covid-19, mas, após 14 dias de isolamento, encerrou sua quarentena médica nesta semana.