Filme Filme: Nova plataforma traz o circuito dos festivais para cinéfilos brasileiros

A falta de títulos de cinema de arte representa uma das principais lacunas da programação dos serviços de streaming. Apesar dos esforços da Netflix em adquirir produções premiadas em festivais, os títulos do gênero são raros e esparsos na plataforma. Apenas a Spcine Play e a americana Mubi – que oferece opção de legendas em português – vinham suprindo a paixão online dos cinéfilos. Mas isso começa a mudar.

Visando esse mercado pouco atendido, Buno Beauchamps, Ilda Santiago e Mayra Auad, sócios da distribuidora Pagu Filmes, estão lançando nesta quinta (5/3) a plataforma Filme Filme, com uma programação exclusiva de “filmes de festivais”.

O serviço, porém, não funciona à base de assinatura. É uma locadora virtual, que cobra por filme, ao estilo VOD (vídeo on demand), como o YouTube Filmes, iTunes e a sessão On Demand do Telecine.

O catálogo inicial também não inclui clássicos, apenas lançamentos que passaram recentemente pelos cinemas brasileiros.

A lista de filmes disponíveis dispõe de várias obras premiadas nos principais festivais europeus de cinema, como o francês “120 Batimentos por Minuto”, o brasileiro “Central do Brasil”, o chinês “As Montanhas Se Separam”, o indiano “The Lunchbox” e o documentário “Eu Não Sou Seu Negro”.

Cada obra pode ser alugada por R$ 6 e pode ser assistida ao longo de uma semana.

Para facilitar a escolha do usuário, os títulos estão divididos em dois ambientes: filmes em cartaz, com estreias semanais de obras recentes, e catálogo, para quem tiver mais tempo para procurar.

Cada ambiente também está dividido em três categorias: documentários, populares e filmes de festivais.

Mas trata-se de uma divisão pouco restrita, já que vários títulos ditos “populares” também são filmes de festivais – por exemplo: o brasileiro “O Grande Circo Místico” e o francês “Um Banho de Vida”, considerados “populares”, estrearam na mesma edição do Festival de Cannes em 2018.

O endereço do Filme Filme na web é https://plataforma.filmefilme.com.br/.

Iniciativas como a Filme Filme e Spcine Play são importantíssimas no Brasil, onde o circuito de filmes de arte é limitadíssimo e não atende aos cinéfilos distantes das grandes capitais, que raramente tem acesso aos lançamentos especializados.