Animação da Pixar e dramas brasileiros são as principais estreias de cinema da semana

A programação de cinema desta quinta (5/3) destaca “Dois Irmãos – Uma Jornada Fantástica”, nova animação da Pixar, que também estreia neste fim de semana nos EUA com 86% de aprovação no Rotten Tomatoes e um título original de apenas duas sílabas: “Onward”.

As produções da Pixar costumam ter um padrão superior à média das animações tradicionais de Hollywood, mas “Dois Irmãos” lembra mais as produções da Disney, preferindo enfatizar o humor sobre a premissa, que é até bastante convencional. Nisso, repete “Universidade Monstros” (2013), o filme anterior do diretor Dan Scanlon.

Como resume o título nacional, o desenho acompanha dois irmãos numa jornada fantástica. Eles abandonam sua confortável vida como elfos suburbanos para completar um feitiço que pode trazer seu pai de volta à vida, embarcando num carro velho em busca do resto da magia que já existiu naquele lugar. Mas os brasileiros não deverão aproveitar um dos maiores atrativos da produção: o fato de seu elenco juntar dois integrantes de “Vingadores: Ultimato”, Chris Pratt e Tom Holland, intérpretes respectivamente do Senhor das Estrelas (dos Guardiões da Galáxia) e do Homem-Aranha, como as vozes dos irmãos. A inevitável dublagem brasileira para crianças torna isso irrelevante para o público nacional.

Fãs de animação tem uma opção mais adulta em “A Gata Cinderela”, produção do estúdio italiano Mad, que lançou o primeiro longa animado italiano para maiores, “L’Arte della Felicità”, premiado pela Academia de Cinema Europeu como a Melhor Animação da Europa em 2014. O filme é uma versão noir futurista de “Cinderela” que remete aos melhores quadrinhos de sci-fi europeia (popularizados em todo o mundo pela revista “Heavy Metal” americana). Os desenhos são baseados em ilustrações do quadrinista Marco Galli e a direção está a cargo de Ivan Cappiello, diretor assistente de “L’Arte della Felicità”.

Na trama, Cinderela se chama Mia, é muda e cativa em sua própria casa – na verdade, um navio abandonado em Nápoles – , submetida ao sadismo de sua madrasta e irmãs postiças – uma delas, drag queen – e sofre o destino cruel de ser transformada em noiva do traficante – amante de sua madrasta – que matou seu pai. Definitivamente, não é para crianças.

Os cinemas também vão receber três dramas brasileiros, entre eles “Vou Nadar Até Você”, primeiro longa estrelado pela atriz Bruna Marquezine, que só não passou em branco em sua exibição no Festival de Gramado porque acabou rendendo um escândalo de bastidores, após uma autodeclarada assistente de produção acusar o diretor Klaus Mittledorf de assédio, com direito a boletim de ocorrência e processo trabalhista. Em nota à imprensa, o produtores de “Vou Nadar Até Você” afirmam não conhecer a acusadora – e a imprensa esqueceu do caso nas entrevistas feitas nesta semana para divulgar o filme.

De todo modo, os filmes que merecem mais atenção do público são os outros dois. A começar por “Fim de Festa”, grande vencedor do Festival do Rio, premiado como Melhor Filme e Melhor Roteiro.

Segundo longa dirigido por Hilton Lacerda, “Fim de Festa” retoma a parceria do cineasta de “Tatuagem” com o ator Irandhir Santos – uma parceria que também inclui vários outros filmes roteirizados por Lacerda. No longa, Irandhir vive um detetive de polícia que tenta desvendar um crime que aconteceu durante o Carnaval. Ao voltar antecipadamente de suas férias, ele passa a investigar a morte de uma jovem turista francesa e, durante o inquérito, depara-se com fatos que se confundem com sua própria história.

O filme retrata situações do Brasil atual e é parcialmente inspirado no caso real da turista alemã Jennifer Kloker, assassinada em 2010 em São Lourenço da Mata, na Região Metropolitana do Recife, a mando da própria sogra.

“Meio Irmão”, estreia da diretora Eliane Coster em longa-metragem, também ganhou prêmios importantes, entre eles o de Melhor Primeiro Filme na Mostra de São Paulo de 2018, e lida com sentimentos de ódio e homofobia que se ampliaram muito no Brasil desde então.

Os dois dramas brasileiros são os principais títulos do circuito limitado, e saem-se bem melhor que as alternativas estrangeiras.

Entre os títulos internacionais, o que chama mais atenção é “Seberg Contra Todos”, filme em que Kristen Stewart (“As Panteras”) vive uma das atrizes mais icônicas da virada dos anos 1950 para os 1960: Jean Seberg, de clássicos como “Santa Joana” (1958), “Bom Dia, Tristeza” (1958), “O Rato que Ruge” (1959), “Acossado” (1960) e “Lilith” (1964). Baseado em fatos reais, o filme acompanha a investigação ilegal do FBI sobre a atriz, quando ela se envolveu com os movimentos civis do final dos anos 1960. O envolvimento também era romântico, graças à sua ligação com o ativista Hakim Jamal, primo de Malcom X e líder do movimento black power – interpretado no longa por Anthony Mackie (o Falcão dos filmes da Marvel).

“Seberg Contra Todos” teve première nos festivais de Veneza e Toronto, mas, apesar de elogios à interpretação de Kristen Stewart, o roteiro foi considerado um desserviço às duas atrizes – intérprete e personagem – , rendendo apenas 35% de aprovação na média do Rotten Tomatoes.

Confira abaixo mais detalhes, com todos os títulos, sinopses e trailers das estreias da semana.

Dois Irmãos – Uma Jornada Fantástica | EUA | Animação

Situado no subúrbio de um universo fantástico, dois irmãos elfos adolescentes embarcam em uma missão para descobrir se ainda há mágica pelo mundo.

A Gata Cinderela | EUA | Animação

Cinderela (Cenerentola) vive dentro do Megaride, um enorme navio parado no porto de Nápoles há mais de 15 anos. Quando seu pai, Vittorio Basile, o rico proprietário do navio e cientista morreu, enterrou com ele os segredos tecnológicos do navio e o sonho de tornar o porto um local desenvolvido. Em silêncio, ela busca vingança: matar quem assassinou seu pai e libertar sua cidade para sempre.

Fim de Festa | Brasil | Drama

Quatro jovens estão hospedados na casa de um deles em Recife. O carnaval passou e a quarta-feira de cinzas traz uma surpresa: uma jovem francesa é brutalmente assassinada a pauladas, e antecipa a volta do pai de um deles que é policial, surpreendendo ao grupo. Eles estão ali, com o vácuo depois do excesso, na iminência de uma separação conjunta. Além disso, o desdobramento afetivo de um crime aparentemente distante termina por pautar uma forte reflexão da vida de cada um deles.

Meio Irmão | Brasil | Drama

Phil é um homem amável e inteligente, mas tem um grande problema: é viciado em seu celular. Carente, sem amor nem amigos, a vida dele é uma chatice e nada emocionante acontece, porém tudo muda quando uma atualização em seu telefone lhe proporciona uma assistente digital que vai revolucionar sua vida.

Vou Nadar Até Você | Brasil | Drama

A jovem fotógrafa Ophelia acredita ter descoberto quem é seu pai e, determinada, sai de Santos, a nado, rumo a Ubatuba, onde espera encontrá-lo. Antes de partir, envia-lhe uma carta avisando que está a caminho.

Seberg Contra Todos | EUA | Drama

Paris, 1968. A atriz Jean Seberg está no auge de sua popularidade, graças ao sucesso de vários filmes rodados na França. Ao chegar aos Estados Unidos ela logo se envolve com o ativista de direitos civis Hakim Jamal. Ao se posicionar a favor dos Panteras Negras, ela passa a ser uma das financiadoras do movimento, ao mesmo tempo em que mantém um caso com Hakim. A situação, no entanto, é acompanhada de perto pelo FBI, que tenta expor os Panteras Negras e difamar a atriz.

Jexi – Um Celular sem Filtro | EUA | Comédia

Sandra tem 16 anos e sua mãe está desaparecida há dias. Desorientada e sem dinheiro, ela se vê obrigada a procurar seu meio irmão Jorge, com quem tem pouco contato. Porém, quando ela o encontra, ele está diante de uma situação difícil: Jorge gravou com seu celular uma agressão homofóbica a um casal de namorados, acreditando não ter sido visto. Dias depois ele passa a sofrer ameaças para não divulgar as imagens. Nesta jornada, Sandra e Jorge enfrentam seus terrores e resgatam um afeto que havia se perdido.

O Melhor Está por Vir | França | Comédia

Após um enorme mal-entendido, dois amigos de infância convencem-se que o outro tem apenas alguns meses de vida e devem deixar tudo para compensar o tempo perdido.

Cem Quilos de Estrelas | França | Drama

Lois tem 16 anos e um sonho: tornar-se astronauta. Uma questão física a angústia, ela pesa 100 kgs e com ódio de seu próprio corpo decide parar de comer. Essa atitude extrema desencadeia uma série de complicações de saúde e a fazem ficar internada em uma clínica, onde acaba conhecendo outras três garotas de sua idade, com problemas igualmente graves. Uma forte amizade nasce e, juntas, elas viverão uma jornada de transformação e amadurecimento.

Alva | Portugal | Drama

Henrique (Henrique Bonacho) é um homem de meia-idade que foge para a floresta depois de cometer um crime grave. Sozinho com a natureza, suas lembranças e sentimentos misturam-se entre a esperança de conseguir fugir e o peso na consciência pelo que fez.

Campo | Portugal | Documentário

A palavra “campo” vem do latim capere (capturar). Na Antiguidade, nos arredores de Roma ficava o “Campo de Marte”, o terreno onde se treinavam os soldados. Hoje, nos arredores de Lisboa, fica a maior base militar da Europa. Neste campo, militares treinam missões fictícias, enquanto astrônomos observam estrelas e um rapaz toca piano para veados selvagens que espreitam à noite.

Fotografação | Brasil | Documentário

O filme passeia pela história da fotografia brasileira. O impacto dos avanços tecnológicos é analisado através da perspectiva daqueles que vivem os prazeres e obstáculos da profissão. Em uma sociedade cada vez mais conectada, onde as informações surgem por uma demanda quantitativa, a digitalização do ofício do fotógrafo torna-se praticamente uma ameaça.