China anuncia planos para a reabertura dos cinemas no país

Enquanto as redes exibidoras anunciam o fechamento dos cinemas no Brasil como precaução diante da crise de saúde, a China já começa a superar a pandemia de coronavírus e anuncia a reabertura de suas salas. O país conseguiu “zerar” a transmissão local da doença na quarta (18/3).

Segundo o Deadline, o plano é reabrir os estabelecimentos aos poucos, inicialmente trazendo antigos blockbusters locais para as telas. Títulos que fizeram sucesso na China nos últimos anos, como “Terra à Deriva” e “Upa – Meu Monstro Favorito”, vão voltar aos cinemas.

Também há planos para trazer grandes sucessos estrangeiros do passado para os cinemas, incluindo a franquia “Harry Potter”.

O perfil da Warner no Weibo, rede social popular na China, confirmou que o primeiro capítulo da saga criada por J.K. Rowling vai voltar às telas chinesas para sinalizar que a crise acabou. Ou, como disse o estúdio, que “a magia está voltando!”.

Para compensar o período de fechamento, os exibidores ficarão com 100% da receita das bilheterias em sua reabertura, em vez de devolver parte dela aos estúdios e distribuidoras.

Num segundo momento, os cinemas chineses terão estreias dos filmes estrangeiros que ficaram inéditos no país durante a crise, como “1917”, “Ford vs. Ferrari”, “Dolittle”, “Jojo Rabbit”, “Sonic: O Filme” e “Bad Boys Para Sempre”.

Mas não há planos para lançar exclusivamente no território chinês os filmes foram adiadas em outros países, como “Mulan”, “Viúva Negra”, “Um Lugar Silencioso 2” e “Espiral: O Legado de Jogos Mortais”.