The Mandalorian vai revelar a origem da Primeira Ordem



“The Mandalorian”, primeira série live-action de “Star Wars”, explorará a origem da Primeira Ordem, comandada pelo Líder Supremo Snoke na nova trilogia de filmes.

Em entrevista à revista Entertainment Weekly, o diretor Dave Filoni revelou que o período em que o seriado se desenvolve servirá para mostrar como a organização cresce durante o vácuo deixado pela queda do Império. “O universo não se torna bonzinho só porque você explodiu duas Estrelas da Morte. É certo que os Rebeldes venceram e tentam estabelecer uma República, mas não há uma forma de convencer a todos de uma vez.”

Filoni explica que isso se alinha à influência dos filmes clássicos de western, que norteiam o programa, num paralelo sobre como as políticas progressistas demoram um pouco mais para chegar às áreas remotas e sem lei.

Criada, escrita e produzida pelo cineasta Jon Favreau (“O Rei Leão”), a série da plataforma Disney+ (Disney Plus) tem sido realmente descrita como uma odisseia de pistoleiros que combina tramas do Velho Oeste com cenários de ficção científica.


A trama gira em torno do personagem do título (vivido por Pedro Pascal, de “Narcos”), um nativo do planeta Mandalore, que os fãs de “Star Wars” conhecem como a terra natal dos notórios caçadores de recompensas Boba Fett e Jango Fett. A trama se passa após a queda do Império e antes da emergência da Primeira Ordem. Isto é, entre os filmes “Star Wars: O Retorno de Jedi” (1983) e “Star Wars: O Despertar da Força” (2015).

Os livros de “Star Wars” já apresentaram dados sobre a formação da Primeira Ordem. Tanto em “Marcas da Guerra” (2015) quanto “Legado de Sangue” (2016) indicam que a organização cresceu por meio de agentes do Império refugiados na Orla Exterior, que travam uma luta contra a Nova República e passam a estabelecer a Primeira Ordem seis anos antes dos eventos de “O Despertar da Força” (2015).

Como “The Mandalorian” se passará na Orla Exterior, é possível que as tramas literárias sirvam de inspiração para os rumos da série.

A série vai estrear junto da plataforma Disney+, que será lançada em 12 de novembro nos Estados Unidos, Canadá, Holanda, Austrália e Nova Zelândia. A expectativa é que o serviço de streaming chegue ao Brasil em 2020.



Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.



Back to site top
Change privacy settings