Itália escolhe O Traidor, com Maria Fernanda Cândido, para tentar o Oscar 2020

A Itália escolheu o filme “O Traidor” como seu representante para tentar uma vaga na categoria de Melhor Filme Internacional no Oscar 2020. O filme é uma coprodução com o Brasil e outros países, e foi parcialmente bancado pela produtora nacional Gullane.

Além disso, o longa de Marco Bellocchio (“A Bela Que Dorme”) tem como protagonista feminina a brasileira Maria Fernanda Cândido (“Meu Amigo Hindu”). Ela interpreta a mulher do mafioso Tommaso Buscetta (vivido por Pierfrancesco Favino, da série “Marco Polo”).

O filme é uma cinebiografia de Buscetta, o primeiro chefe de alto escalão da máfia a se transformar em informante da justiça – o traidor do título. A personagem de Maria Fernanda tem papel importante na decisão do mafioso de começar a cooperar com a justiça italiana e norte-americana a partir de 1984.

Buscetta viveu o Brasil por um período e a produção tem cenas rodadas no Rio de Janeiro.

O longa foi exibido na competição principal do Festival de Cannes e venceu vários prêmios na Itália.

O representante brasileiro na disputa por vaga no Oscar 2020 é “A Vida Invisível”, de Karim Aïnouz.

A Academia vai revelar uma lista de nove pré-indicados até o fim do ano, e os cinco finalistas serão anunciados em 13 de janeiro.

A premiação do Oscar 2020 está marcada para 9 de fevereiro, em Los Angeles (EUA), com transmissão ao vivo no Brasil pelos canais Globo e TNT.