O Homem Cordial: Trailer mostra Paulo Miklos enfrentando intolerância



A produtora O2 divulgou o primeiro trailer de “O Homem Cordial”. Apesar do título gerar um pouco de confusão com “O Animal Cordial” (2017), a história reflete outro tipo de violência social.

A sinopse descreve o filme como “um thriller psicológico, no qual o afloramento de uma onda de ódio e intolerância é visto a partir do ponto de vista de Aurélio (Paulo Miklos), um homem de 60 anos, branco, rico e heterossexual, que de sua posição social privilegiada se vê perdido e impotente, sem saber como reagir a essa realidade que se apresenta”.

A prévia, entretanto, mostra que Aurélio não é um empresário burguês (“posição social privilegiada”), mas um cantor de rock como o próprio Paulo Miklos, que enfrenta hostilidade do público durante um show. Além disso, uma das cenas gravadas nas ruas de São Paulo recria frases de um confronto associado a Chico Buarque e eleitores de Bolsonaro nas ruas do Rio.

Por sinal, “O Homem Cordial” também é título de uma obra de Sérgio Buarque de Holanda, escritor, historiador, jornalista, fundador do PT e pai do cantor Chico Buarque.



O resto do vídeo, entretanto, dispensa aspectos de drama político-social para destacar cenas típicas de thriller, com perseguições, armas em punho e ameaças físicas.

Além do ex-Titãs, o elenco conta com outros músicos, com o rapper Thaíde (“2 Coelhos”) e o DJ Theo Werneck (“Que Horas Ela Volta?”), ao lado de atores do cinema indie nacional, como Dandara de Morais (“Ventos de Agosto”), Thalles Cabral (“Yonlu”), Fernanda Rocha (“O Último Cine Drive-in”) e Thaia Perez (“Aquarius”).

Dirigido por Iberê Carvalho (“O Último Cine Drive-in”), o filme fará sua première no 47º Festival de Cinema de Gramado, que acontece entre 16 e 24 de agosto, e ainda não tem previsão de estreia comercial.


Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings