Madonna canta com artistas cabo-verdenses em novo clipe



A cantora Madonna lançou mais um clipe do disco “Madame X”. A música “Batuka” é uma homenagem aos ritmos e cantos das antigas escravas da ilha de Cabo Verde.

Assim como a canção, o vídeo tem participação da Orquestra Batukadeiras, artistas cabo-verdenses. “Sou muito sortuda de ter conhecido e trabalhado com mulheres tão inspiradoras”, disse Madonna, sobre a parceria.

Em material da gravadora sobre a produção do clipe, Madonna explicou que a colaboração foi sugestão do músico português Dino D’Santiago.

“Ele me falou: ‘Você precisa conhecer as Batukadeiras’. Elas são uma força de empoderamento feminino, energia e paixão. Nesse lugar pequeno, no meio do nada, tem essas mulheres sentadas, que tocam essas músicas, é incrível. Elas levantam para fazer solos ou duetos e é muito inspirador. Depois de ver isso, eu quis colaborar, e elas aceitaram”.



O resultado é o melhor single extraído de “Madame X” até o momento. Mas pode chamar de apropriação cultural, já que está na ponta da língua. A carreira de Madonna apropria-se de outras culturas desde “Vogue”, em 1990. E o pop americano visita a Africa e convida músicos do país para “participação especial” desde muito antes disso. Mick Fleetwood lançou o disco “The Visitor” em 1981 e Paul Simon venceu o Grammy com o álbum “Graceland” em 1986.

A direção do clipe é do holandês Emmanuel Adjei, que também assinou “Dark Ballet”, um dos clipes anteriores de “Madame X”.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings