Diretor divulga nova imagem e confirma classificação etária de Coringa



O diretor Todd Phillips divulgou uma nova imagem do filme “Coringa”, em que Joaquin Phoenix finaliza a maquiagem do personagem. No texto, ele escreveu: “Dando os retoques finais”, sugerindo que o trabalho de pós-produção está praticamente pronto.

Ele também confirmou que o filme será para maiores nos Estados Unidos, ao responder a um fã sobre a classificação etária. “Será ‘R-Rated’. Muitas pessoas têm me perguntado isso. Imaginei que já soubessem”, explicou.

“R-Rated” significa que “Coringa” será proibido para menores de 17 anos nos EUA. Conforme aconteceu com “Logan” e “Deadpool”, isso deve representar classificação para 16 anos no Brasil.

Mais conhecido como diretor de comédias como a trilogia “Se Beber, Não Case”, Phillips quis fazer um “Coringa” mais sombrio, “realista” e diferente dos quadrinhos. O primeiro trailer mostrou que ele se inspirou nos filmes de Martin Scorsese – em especial “Taxi Driver” (1976) e “O Rei da Comédia” (1982) – para buscar o tom da produção.

O filme apresenta uma história nunca vista nos quadrinhos, revelando Arthur Fleck sob um ângulo diferente. A começar pelo fato de a DC Comics nunca ter dado nome para a “identidade civil” do Coringa – que virou Jeremiah Valeska na série “Gotham”. O que já dá mostras da “inovação” do diretor, que também escreveu o roteiro com Scott Silver (“O Vencedor”).

Além de Joaquin Phoenix, o elenco ainda conta com Robert De Niro (de “Taxi Driver” e “O Rei da Comédia”), Zazie Beetz (“Deadpool 2”), Marc Maron (“GLOW”), Frances Conroy (“American Horror Story”) e Brett Cullen (“Narcos”).

“Coringa” será o primeiro filme da safra atual de adaptações da Warner sem qualquer ligação com o universo cinematográfico da DC Comics – e nem sequer com os quadrinhos da DC, se é que isso faz sentido. Caso seja bem-sucedido, outros lançamentos “independentes” devem ser produzidos.



A estreia está marcada para 3 de outubro no Brasil, um dia antes do lançamento nos Estados Unidos.

Ver essa foto no Instagram

Finishing touches.

Uma publicação compartilhada por Todd Phillips (@toddphillips1) em



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings