Game of Thrones: Intérprete de Lorde Varys revela-se decepcionado com destino de seu personagem


Não são apenas os fãs que estão reclamando dos rumos dos episódios finais de “Game of Thrones”. Pelo menos um dos integrantes fez um comentário pejorativo sobre o desenvolvimento da trama.

Em entrevista à revista Entertainment Weekly, o ator Conleth Hill, intérprete de Lorde Varys, admitiu que ficou um pouco “desanimado” com o desdobramento das temporadas 7 e 8, particularmente no que diz respeito ao arco do seu personagem. Por isso, considerava que a morte de Varys seria iminente.

“Eles (os roteiristas) se concentraram mais nos outros. É a natureza de um programa com vários personagens. Foi meio frustrante. Como um todo, tem sido extremamente positivo e brilhante, mas creio que as últimas duas temporadas não foram as minhas favoritas”, comentou.

O ator sentiu falta de uma cena final com Aidan Gillen, que interpretava o Mindinho (Littlefinger). “Eu fiquei chateado por não ter qualquer reação à morte dele, já que eram rivais”, lamentou. “Parece que, depois da 6ª temporada, eu meio que caí fora da trama. Não posso reclamar, porque foram seis grandes temporadas, e eu tive ótimas cenas nessas duas últimas. Mas foi quando isso mudou para mim”, acrescentou.

A morte de seu personagem acabou vindo no episódio de domingo passado (12/5), intitulado “The Bells” (Os Sinos), quando Daenerys executou Varys por traição – ele conspirou para Jon Snow assumir o Trono de Ferro.


Hill revelou que, a princípio, encarou a morte de Varys como algo “bem pessoal”, ainda mais por não ter recebido qualquer aviso dos produtores de “Game of Thrones”. Infelizmente, todos os membros remanescentes do elenco só souberam que morreriam na 8ª temporada quando lerem seus roteiros.

“Não dá para evitar o pensamento de que você falhou de alguma forma, de que você não deu conta de alguma expectativa. Na época, nada conseguia me consolar”, lamentou o intérprete da Aranha de Porto Real.

No entanto, com o fim das gravações e o distanciamento da série, Hill passou a acreditar que a morte de Varys “faz total sentido”, insistindo que a decisão de trair Daenerys foi “nobre e brilhante”.

Ele ainda tentou remediar as críticas negativas ao desenvolvendo da trama, antes de encerrar a entrevista.

“Não estou insatisfeito com o todo… Soa como se eu estivesse, mas foi brilhante”, concluiu.



Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.



Back to site top
Change privacy settings