The 100 pode ganhar spin-off passado antes dos eventos da série



O criador de “The 100″, Jason Rothenberg, confirmou que está trabalhando num spin-off da série.

O projeto seria um prólogo, passado durante a guerra mundial que contaminou o planeta de radiação e acompanharia a fuga da humanidade para as estações espaciais do começo da série original.

A revelação veio à tona durante a participação do produtor na WonderCon, convenção geek da Califórnia.

“Podemos estar trabalhando em algo. Não posso falar sobre isso”, disse Rothenberg. “Eu provavelmente vou me meter em problemas por dizer isso.”



Diante de pedidos insistentes para contar mais, Rothenberg voltou a dizer duas vezes que não poderia falar. Mas falou mesmo assim.

“Eu não deveria falar sobre isso, mas sim, eu estou trabalhando no roteiro de um prólogo”, admitiu. “Eu não posso falar muito sobre isso, mas a premissa é basicamente que faltam 15 minutos para o lançamento de três foguetes para tirar as pessoas do planeta, porque eles já sabem que as bombas estão chegando. E essa é uma sequência emocionalmente insana e acontece que um dos personagens nessa jornada é ta-ta-ta-ta-ta-tataravó de Clarke. E sua mãe está no espaço como uma das astronautas a bordo de uma das 12 estações. É como se fosse ‘Mad Max’ no espaço com disputa de ar, água e comida, em vez de gasolina.”

Antes de virar série, o projeto precisa ser aprovado pelos executivos da rede The CW.

Atualmente, a série original vai para a 6ª temporada, que começa a ser exibida no dia 30 de abril nos Estados Unidos e duas semanas depois ao Brasil, em 16 de maio, na programação do canal pago Warner.


Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings