Annabelle 3 ganha título nacional e nova data de estreia no Brasil


O sentido de Aranha disparou. É que a Warner “traduziu” o título do terceiro filme de “Annabelle”. “Annabelle Comes Home” virou “Annabelle: De Volta para Casa”. O estúdio também “oficializou” uma imagem disponibilizada pelo produtor James Wan em suas redes sociais, incluindo-a na divulgação oficial. E ainda marcou uma nova data de estreia.

Originalmente previsto para 11 de julho no Brasil, o filme vai estrear mais cedo, em 27 de junho, um dia antes do lançamento nos cinemas americanos.

O terceiro “Annabelle” será o primeiro filme da boneca maligna a incluir os personagens da franquia central, “Invocação do Mal”. Como foi revelado em julho passado, a história será centrada na menina Judy Warren, de dez anos, assim como seus pais – ninguém mais, ninguém menos que Ed e Lorraine Warren, vividos por Patrick Wilson e Vera Farmiga.

O filme deve contar como a boneca foi parar com os Warren, retomando a trama do “Invocação do Mal” original de 2013.



Diz a sinopse divulgada pela Warner: “Determinados a impedir que Annabelle possa causar mais destruição, os demonologistas Ed e Lorraine Warren levam a boneca para a sala de artefatos da sua casa, colocando-a ’em segurança’ atrás de um vidro sagrado e assegurado pela benção de um padre. Mas, em uma noite profana de horror, Annabelle acorda os espíritos maléficos do lugar, que estabelecem um novo alvo: a filha de 10 anos dos Warren, Judy, e suas amigas.”

A atriz mirim McKenna Grace foi a escolhida para interpretar a versão mais nova de Judy Warren.

A personagem foi vivida nos dois “Invocação do Mal” por Sterling Jerins, que atualmente tem 14 anos. Sua substituta é apenas dois anos mais nova, mas já tem uma vasta filmografia, que inclui as séries “Designated Survivor”, “The Haunting of Hill House”, o especial de Natal de “O Mundo Sombrio de Sabrina”, além dos filmes “Jogador Nº 1”, “Um Laço de Amor”, “Eu, Tonya” e até “Capitã Marvel”, onde viveu a jovem Carol Danvers (Brie Larson).

“Homem-Aranha: De Volta…”, ops, “Annabelle: De Volta para Casa” também marcará a estreia na direção de Gary Dauberman, que escreveu os dois longas anteriores – além dos sucessos “It: A Coisa” e “A Freira”.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings