Franquia Alien revela projeto misterioso: novo game para dispositivos móveis



Um novo projeto “misterioso” da franquia “Alien” foi revelado. Trata-se mesmo de um game chamado “Alien: Blackout”, desenvolvido para dispositivos móveis pela FoxNext Games, D3 Go! e Rival Games, que coloca os jogadores nas botas de Amanda Ripley, a filha da protagonista dos filmes originais – Ellen Ripley, vivida por Sigourney Weaver.

O jogo se passa a bordo de uma estação espacial da empresa Weyland-Yutani infestada por alienígenas.

A premissa foi revelada na forma de teasers na página oficial da franquia no Instagram.

Os jogadores precisarão levar sua equipe para a segurança e evitar encontros com os alienígenas mortais, ao longo de sete níveis da estação – e do jogo.

“Sobreviva a sete níveis indutores de medo, guiando remotamente a tripulação de Amanda Ripley através de tarefas cada vez mais desafiadoras, usando apenas os sistemas de emergência da estação”, diz a descrição oficial do jogo. “A incerteza e a imprevisibilidade tanto dos alienígenas quanto de sua tripulação podem impor uma derrota total a Amanda e a toda a estação.

“Alien: Blackout” estará disponível em 24 de janeiro para download na AppStore, da Apple, no Google Play e na Amazon Appstore.

As pistas de que um dos projetos misteriosos da franquia seria o game vieram à tona quando a Fox registrou direitos autorais sobre o nome “Alien: Blackout” em categorias que incluem “software de jogos” e “jogos de computador on-line”.

Além disso, a franquia também está lançando uma nova história em quadrinhos, “Alien: Resistance”, que chega às bancas (virtuais) americanas em 23 de janeiro.

Para completar, a Fox confirmou que relançará os filmes originais de “Alien” em Blu-Ray e formatos digital.

E isto explica uso da hashtag “readplaywatch”, que apareceu nos posts misteriosos do Instagram da franquia. Ela se refere aos quadrinhos, ao jogo e aos filmes.

Infelizmente, a confirmação desses projetos afasta a materialização de uma série sobre a criatura, que chegou a empolgar fãs como rumor.




Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings