G.I. Joe: Diretor da franquia Divergente vai comandar filme solo de Snake Eyes



O cineasta alemão Robert Schwentke, que dirigiu dois filmes da franquia “Divergente”, foi escolhido para comandar um spin-off de “G.I. Joe” centrado no popular personagem Snake Eyes.

O filme foi escrito pelo grego Evan Spiliotopoulos, roteirista de “Hércules” (2014), “O Caçador e a Rainha do Gelo” (2016) e “A Bela e a Fera” (2017).

Snake Eyes é o ninja silencioso que apareceu pela primeira vez na década de 1980 como parte do relançamento da linha de brinquedos da Hasbro e da Marvel Comics – fase rebatizada de “G.I. Joe: A Real American Hero”. O personagem se veste de preto, nunca revela seu rosto e não fala, mesmo assim destacou-se entre os demais integrantes do grupo militar anti-terrorista.

Na mitologia dos brinquedos/quadrinhos/série animada, ele teve um relacionamento especial com Scarlett, que por um tempo foi a única integrante feminina da equipe, e às vezes realizou missões solo com seu lobo de estimação, Timber. Seu inimigo jurado é Storm Shadow, um ninja que também é seu irmão de sangue.


O personagem foi vivido por Ray Park nos dois longas live-action de “G.I. Joe” lançados pela Paramount, “G.I. Joe: A Origem de Cobra” (2009) e “G.I. Joe: Retaliação” (2013).

A Paramount não anunciou se o novo filme vai manter o ator no papel.

Também não deu previsão para a estreia da produção.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings