Nova comédia de Kevin Hart estreia em 1ª lugar na América do Norte


A comédia “Night School”, que o estúdio Universal batizou de “Operação Supletivo – Agora Vai!” para o lançamento no Brasil, estreou em 1º lugar nos Estados Unidos e no Canadá, superando a concorrência da animação “PéPequeno” e a permanência dos demais títulos em cartaz, com US$ 28 milhões.

Não é uma estreia de blockbuster, mas é recorde. Trata-se da maior abertura de uma comédia em 2018, superando “Podres de Ricos” (US$ 26,5 milhões), que foi considerada um “fenômeno”. Mas sua popularidade não encontrou respaldo da crítica. Negativado pela imprensa, atingiu uma média de 33% no Rotten Tomatoes.

Menos mal, já que o título nacional não é a pior notícia em relação ao seu lançamento no Brasil. Apesar da “tradução”, o longa não tem previsão de estreia no país. Deve sair direto em vídeo ou streaming. O que perpetua o preconceito racial das distribuidoras nacionais, já que se trata de mais uma comédia com atores e diretor afro-americanos barrada no parque exibidor brasileiro.

Vale destacar que a comédia é estrelada por dois dos atores mais populares do momento nos Estados Unidos, Kevin Hart (“Jumanji”) e Tiffany Haddish (“Viagem das Garotas”).

Mesmo assim, Kevin Hart só chega aos cinemas nacionais quando atua ao lado de um comediante branco. Já Tiffany Haddish é uma ilustre desconhecida do público brasileiro que paga ingressos de cinema. Nenhum dos seus filmes jamais foi lançado nas telas grandes do país. Nem mesmo o blockbuster “Viagem das Garotas”, uma das comédias mais bem-sucedidas e mais bem-avaliadas do ano passado nos Estados Unidos – abriu com US$ 31,2 milhões e tem 90% de aprovação no Rotten Tomatoes. O diretor de “Operação Supletivo – Agora Vai!” é o mesmo do outro filme, Malcolm D. Lee.

Se a Universal comemora localmente o sucesso de “Operação Supletivo”, a Warner já busca a calculadora para ver se dá para recuperar o investimento em seu longa animado. Com exibição em 1,1 mil salas a mais, “PéPequeno” levou um tombo com a estreia de US$ 23 milhões. As avaliações da crítica foram razoáveis, com 69% de aprovação. Mas animações costumam arrastar multidões ao cinema, o que não foi o caso.

Por sua vez, a Lionsgate não precisa fazer conta nenhuma. O terror “O Parque do Inferno” abriu em 6º lugar com apenas US$ 5 milhões de arrecadação, maior fiasco da semana.

O estúdio tentou esconder a produção da crítica, mas sua ausência na imprensa também reduziu a capacidade do público saber que o filme existia, rendendo salas vazias. Só após chegar nas telas é que as resenhas começaram a vir à tona. Todas negativas, rendendo-lhe 39% no Rotten Tomatoes. Literalmente um horror, que chega ao Brasil em novembro.

Para completar a relação de lançamentos, “Little Women” abriu em 14º lugar, com uma distribuição limitada em 643 salas e vaias da crítica – 35%. A inclusão deste título no texto é só para lembrar que esta história, uma das mais filmadas de todos os tempos, baseada no romance bicentenário de Louisa May Alcott, também virou minissérie britânica no fim do ano passado e vai ter outra versão de cinema no ano que vem, com grande elenco e direção de Greta Gerwig (“Lady Bird”), sabe-se lá por quê.

Entre os filmes em cartaz, “A Freira” bateu um novo recorde de faturamento – confira aqui.

Confira abaixo os rendimentos dos 10 filmes mais vistos no final de semana nos Estados Unidos e no Canadá, e clique em seus títulos para ler mais sobre cada produção.



BILHETERIAS: TOP 10 América do Norte

1. Operação Supletivo – Agora Vai!
Fim de semana: US$ 28m
Total EUA e Canadá: 28m
Total Mundo: US$ 33,5m

2. PéPequeno
Fim de semana: US$ 23m
Total EUA e Canadá: US$ 23m
Total Mundo: US$ 38,6m

3. O Mistério do Relógio na Parede
Fim de semana: US$ 12,5m
Total EUA e Canadá: US$ 44,7m
Total Mundo: US$ 53,8m

4. Um Pequeno Favor
Fim de semana: US$ 6,6m
Total EUA e Canadá: US$ 43m
Total Mundo: US$ 62,8m

5. A Freira
Fim de semana: US$ 5,4m
Total EUA e Canadá: US$ 109m
Total Mundo: US$ 330m

6. O Parque do Inferno
Fim de semana: US$ 5m
Total EUA e Canadá: US$ 5m
Total Mundo: US$ 5m

7. Podres de Ricos
Fim de semana: US$ 4,1m
Total EUA e Canadá: US$ 165,6m
Total Mundo: US$ 218,8m

8. O Predador
Fim de semana: US$ 3,7m
Total EUA e Canadá: US$ 47,6m
Total Mundo: US$ 115,8m

9. White Boy Rick
Fim de semana: US$ 2,3m
Total EUA e Canadá: US$ 21,7m
Total Mundo: US$ 21,7m

10. A Justiceira
Fim de semana: US$ 1,7m
Total EUA e Canadá: US$ 33,5m
Total Mundo: US$ 39,5m


Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings