Episódio de Black Mirror vence o Emmy de Melhor Telefilme



A Academia da Televisão dos Estados Unidos entregou na noite de sábado (8/9) a primeira leva dos Creative Arts Emmys, numa cerimônia não televisionada que adianta as categorias técnicas da premiação. E em meio aos destaques da noite inaugural dos prêmios, um episódio da série “Black Mirror” voltou a ser considerado Melhor Telefilme pelo segundo ano consecutivo.

“USS Callister”, episódio de abertura da 4ª temporada da série da Netflix, venceu “The Tale”, drama estrelado por Laura Dern que muitos consideravam favorito até para o Oscar, antes de ser adquirido pela HBO no Festival de Sundance. Além deste, também superou mais dois lançamentos da HBO, “Fahrenheit 451” e “Paterno”, e “Flint”, da Lifetime.

O episódio foi dirigido por Toby Haynes, que já comandou “Doctor Who” e a minissérie de fantasia “Jonathan Strange & Mr Norrell”. O elenco destaca Jesse Plemons (série “Fargo”), Cristin Milioti (série “How I Met Your Mother”), Jimmi Simpson (série “Westworld”), Michaela Coel (série “The Aliens”) e Billy Magnussen (série “Get Shorty”).



No ano passado, a categoria também foi vencida por um episódio de “Black Mirror”, o aclamado “San Junipero”.

A produção da Netflix também ganhou os Emmys de Melhor Edição de Som em Filme ou Série Limitada e Melhor Edição em Filme ou Série Limitada.

O Creative Arts Emmys são realizados ao longo de duas noites, sábado e domingo, em Los Angeles. E o evento principal, onde serão revelados os vencedores nas categorias de Melhor Série de Drama e Melhor Série de Comédia, está marcado para o dia 17 de setembro.



Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.



Back to site top
Change privacy settings