Atores da Globo não vão a enterro de adolescente morto durante produção de série na Amazônia


Um adolescente de 15 anos morreu na manhã de quinta-feira (13/9), após uma colisão entre uma canoa pequena e o barco que transportava equipamento de gravação da nova série da TV Globo, “Aruanas”, para o set na Amazônia. Lucas Henrique Xavier Cardoso estava com seu pai na embarcação no momento do acidente. Ambos foram socorridos, mas o menino não resistiu ao choque. Em nota, a emissora lamentou o ocorrido.

O barco não transportava atores no momento do acidente, mesmo assim o colunista Daniel Castro, do site Notícias da TV, afirmou que o elenco da série planejava comparecer ao velório e enterro de Lucas. A notícia foi reproduzida por vários veículos. Entretanto, nenhuma estrela apareceu no velório ou no funeral, que aconteceram na sexta no Cemitério Parque Tarumã, na Zona Oeste de Manaus.

O pai do garoto afirmou que a lancha que os atingiu estava em alta velocidade. “Estava voltando do caminho que faço todos os dias. Tinha acabado de deixar minha mãe, de 72 anos, na Prainha. Meu filho estava com uma lanterna iluminando o caminho e eu, de costas, comandando a canoa. Senti a batida da embarcação e ouvi a lanterna caindo. Olhei para trás e vi meu filho já caído. A lancha de grande porte estava em alta velocidade. Eles passaram por cima de nós. Estava em uma canoa de nove metros de comprimento. Não tinha como eles não nos verem. Foi uma falta de responsabilidade. O condutor da embarcação estava totalmente distraído. Agora estou sem meu filho. Destruíram um sonho”, lamentou o pai ao site Amazonas.

Ele confirmou, no entanto, que a produção vem prestando auxílio à família nesta hora difícil.



Segundo fontes do Notícias da TV, o elenco e a equipe da minissérie tinham ficado arrasados com a tragédia.

A produção marcava o retorno da atriz Camila Pitanga a uma produção da Globo, dois anos após a morte do amigo e ator Domingos Montagner, também num rio, durante intervalo de gravação da novela “Velho Chico”. Ela interpreta a vilã da história.

Coprodução da Maria Farinha Filmes, a série acompanha três ativistas de uma organização não-governamental em defesa do meio ambiente, que são vividas por Débora Falabella, Leandra Leal e Tais Araújo.

Ainda não há previsão de estreia.



Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.



Back to site top
Change privacy settings