Cineasta australiana vai dirigir o filme da Viúva Negra

 

A Marvel definiu a diretora do filme solo da Viúva Negra. A revista The Hollywood Reporter apurou – e vários sites confirmaram – que a escolhida foi Cate Shortland, cineasta australiana responsável pelos premiados “Somersault” (2004), “Lore” (2012) e “A Síndrome de Berlin” (2017).

Ela estava na lista de favoritas que vinham sendo mencionadas pela imprensa, mas o THR afirma que Kevin Feige chegou a considerar 70 cineastas para o cargo. Contratar uma cineasta feminina era prioridade, mas num determinado momento o estúdio chegou a listar diretores masculinos.

Shortland é tão indie que nem tem representação de agência. Mas tinha um fã com poder de definição: Scarlett Johansson, que pressionou por sua escolha. A atriz adora “Lore”, um drama aclamado pela crítica sobre uma jovem que conduz seus irmãos menores em fuga para a casa dos avôs quando as forças aliadas avançam sobre a Alemanha.

O roteiro está sendo escrito por Jac Schaeffer (do curta “Olaf em uma Nova Aventura Congelante de Frozen”).

Rumores sugerem que o longa pode ser um prelúdio, passado antes do primeiro de “Os Vingadores” (2012), e incluir o Soldado Invernal (vivido por Sebastian Stan) na história. Caso isso se confirme, seria o quinto filme consecutivo em que Johansson e Stan contracenariam na Marvel.

Até o momento, porém, a Marvel ainda não anunciou oficialmente a produção.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna

Back to site top
Change privacy settings