Divulgação/Netflix

Lucifer é resgatada e terá 4ª temporada pela Netflix

A campanha dos fãs deu certo. A série “Lucifer” foi oficialmente resgatada pela Netflix, que encomendou uma 4ª temporada da atração, cancelada pela Fox no mês passado.

O anúncio foi feito pelo Twitter do serviço de streaming e repercutido pelo elenco da série nas redes sociais, que comemorou muito, com vídeos e posts, alternando-se entre surpresa, êxtase e agradecimento aos fãs pelo esforço feito para “Lucifer” continuar a ser produzida. Veja abaixo.

“Vocês, fãs, fizeram isso acontecer!, escreveu Tom Ellis, intérprete do personagem-título. A atriz Aimee Garcia se pronunciou com um palavrão em vídeo. E o produtor Joe Henderson postou uma sequência de “obrigados” em agradecimento e ainda brincou com os fãs. “Vocês nos trouxeram de volta. Agora relaxem, respirem e coloquem gelo nos dedos depois dessa chuva de hashtags”, postou.

Henderson também publicou um hilário meme de Jon Snow voltando à vida em “Game of Thrones”, para comemorar que a série também voltou à vida.

Curiosamente, nessa semana a presidente da Amazon chegou a afirmar que a plataforma estava conversando sobre a possibilidade de resgatar “Lucifer”. Esta revelação pode ter ajudado a Netflix a tomar sua decisão.

E foi um salvamento digno de cliffhanger, no último segundo.

Segundo a atriz Lauren German, intérprete da detetive Chloe Decker na série, o resgate teria que ser anunciado até sábado (16/6), porque depois disso ficaria muito difícil manter o elenco junto. “Há uma chance de que um serviço de streaming possa nos resgatar, mas isso terá que acontecer até 16 de junho”, ela afirmou, durante um painel na Comic Con da Austrália no fim de semana passado, explicando a razão do prazo. “Contratualmente, nós não podemos fazer testes para outros papéis até 16 de junho e, infelizmente, ficaremos livres depois disso. Então, estamos apenas rezando para que (o resgate da série) aconteça”, completou.

No Brasil, “Lucifer” ainda está exibindo sua 3ª temporada pelo canal pago Universal, mas os episódios ainda não produzidos deverão ser exclusividade da Netflix.

A mudança para a Netflix deve afetar a forma como a série é realizada.

A última temporada de “Lucifer” na Fox teve 24 episódios oficiais e mais dois de bônus, mas o serviço de streaming costuma exibir 13 episódios por temporada de suas séries dramáticas. A Netflix também costuma produzir todos os episódios de uma temporada para disponibilizá-los ao mesmo tempo, enquanto a Fox liberava um por semana. Por conta disso, o mais provável é que a 4ª temporada não seja vista em 2018, como aconteceria se a série tivesse sido renovada na TV aberta americana.

Por outro lado, o streaming não enfrenta as mesmas restrições de conteúdo da TV aberta e a Netflix tem demonstrado gosto pela polêmica, algo que não falta nos quadrinhos originais que inspiram “Lucifer” e que foi deixado de lado pelos produtores da série, provavelmente por conta da exibição na Fox.