Divulgação/Netflix

Prazo para salvamento de Lucifer se esgota no sábado

Os fãs de “Lucifer” ainda estão engajados na campanha #SaveLucifer, torcendo para que a série, cancelada pela rede Fox no mês passado, seja resgatada por um serviço de streaming. Este empenho foi estimulado por declarações de Tom Ellis, intérprete do personagem-título, que informou que negociações estavam acontecendo, mas que seria um pouco demorado.

Nos últimos dias, porém, o silêncio foi a principal resposta para os fãs ansiosos por novidades.

E agora a atriz Lauren German, intérprete da detetive Chloe Decker na série, declarou que uma notícia definitiva, seja ela positiva ou negativa, terá que ser anunciada até sábado (16/6). Este é o prazo final para um serviço de streaming salvar “Lucifer”.

A atriz fez a revelação durante um painel na Comic-Con da Austrália neste final de semana. “Há uma chance de que um serviço de streaming possa nos resgatar, mas isso terá que acontecer até 16 de junho”, ela afirmou, explicando a razão do prazo.

“Contratualmente, nós não podemos fazer testes para outros papéis até 16 de junho e, infelizmente, ficaremos livres depois disso. Então, estamos apenas rezando para que (o resgate da série) aconteça”, completou.

Os fãs que pediram mais histórias pelo menos conseguiram, até o momento, dois episódios de “bônus”. Previstos para a 4ª temporada descartada, eles foram exibidos pela Fox em 28 de maio.

No Brasil, a série é exibida pelo canal pago Universal.