HBO encomenda piloto de série derivada de Game of Thrones

A HBO aprovou a produção do piloto de um spin-off de “Game of Thrones”. De acordo com informações das revistas Entertainment Weekly e The Hollywood Reporter, o projeto é um prólogo passado “milhares de anos” antes dos eventos da série atual.

Ainda sem título, a premissa foi desenvolvida pela roteirista Jane Goldman (“Kingsman”, “Kick-Ass”, “X-Men: Primeira Classe”) e pelo escritor George R. R. Martin, autor dos livros da saga “As Crônicas de Gelo e Fogo”, que inspiraram “Game of Thrones”.

Mas, apesar de se passar no passado distante, a trama promete remeter a muitos eventos citados na série atual.

A sinopse oficial afirma: “A série retrata o momento em que o mundo passa da Era dos Heróis ao seu pior momento. E uma coisa é certa: dos segredos terríveis da história de Westeros à verdadeira origem dos Caminhantes Brancos, aos mistérios do Leste, aos Starks da lenda… não é a história que achamos que conhecemos”.

Além de escrever o roteiro, Jane Goldman será showrunner da série, caso o piloto seja aprovado, e coproduzirá o programa com Martin, Vince Gerardis (produtor atual de “Game of Thrones”) e Daniel Zelman (criador das séries “Damages” e “Bloodline”).

Não está claro se este foi o único spin-off considerado ou se é apenas o primeiro. Afinal, além deste projeto, mais quatro derivados de “Game of Thrones” receberam encomenda de roteiro, desenvolvidos por Max Borenstein (“Godzilla”, “Kong: A Ilha da Caveira”), Brian Helgeland (“Sobre Meninos e Lobos”, “Robin Hood”), Carly Wray (séries “Mad Man” e “The Leftovers”) e Bryan Cogman (roteirista e produtor de “Game of Thrones”). Martin também trabalhou no roteiro de Cogman.

Todos os cinco roteiros focaram eventos anteriores ao nascimento de Daenerys e Jon Snow. E nenhum deles abordou os personagens Dunk e Egg, protagonistas do livro “O Cavaleiro dos Sete Reinos”, spin-off literário de Martin.

Em setembro, o escritor comentou a produção das séries derivadas em seu blog pessoal, dividindo-se entre o comediamento e a animação. “Vocês não deveriam esperar ver cinco programas, pelo menos não agora. Mesmo eu amando essa ideia, a HBO não planeja virar uma emissora só de “Game of Thrones”. Mas é possível que vejamos dois ou até três projetos ganharem pilotos, com uma série de TV indo ao ar em 2019 ou 2020, e outras vindo depois, se tudo sair como esperamos. Mas, de novo, é apenas um talvez. Eu não deveria ficar especulando, vocês ficam MUITO animados. A verdade é que ninguém sabe ao certo”, explicou Martin.

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna

Back to site top
Change privacy settings