Animação chinesa comparada aos filmes de Tarantino ganha trailer americano

A animação adulta chinesa “Have a Nice Day” ganhou um novo trailer, voltado para o mercado americano. A prévia surpreende por vir de um país pouco reconhecido pela qualidade de seus longas animados, e apresenta pouca mobilidade em relação aos animes japoneses. Entretanto, suas duas dimensões e quadros parados são suficientes para impressionar, com diálogos e violência que remetem ao cinema de Quentin Tarantino, Park Chan-wook e Johnny To. Uma das críticas citadas no vídeo compara a produção ao que aconteceria se Tarantino refilmasse “Pulp Fiction” como uma animação.

A trama gira em torno do roubo de US$ 1 milhão, cometido por um motorista para consertar uma cirurgia plástica em sua namorada. Mas isto coloca um gângster e um ladrão em seu encalço.

Segundo longa animado do diretor Liu Jian, o filme arrancou suspiros e elogios da crítica ao ser exibido no Festival de Berlim deste ano, mas também chamou atenção do governo chinês, que, assim como o público, ficou surpreso com o conteúdo do desenho e passou a censurar o esforço dos produtores de exibi-lo nos cinemas. Convidados a participar do Festival de Annecy, o mais importante da animação mundial, os produtores de “Have A Nice Day” foram proibidos de viajar e pediram para o filme ser retirado do evento, em meio a ameaças de represália. Seu crime teria sido realizar um retrato do crime na China mais pesado que os longas com atores reais.

Após esta controvérsia, “Have A Nice Day” conseguiu ser liberado para outros eventos internacionais, venceu o Festival Fantasia, mas ainda não tem data de estreia comercial marcada na China. Já nos Estados Unidos, a estreia está marcada para 26 de janeiro em circuito limitado.