A Bela e a Fera mantém liderança nos EUA com o dobro da bilheteria de Power Rangers


“A Bela e a Fera” manteve a liderança das bilheterias da América do Norte, faturando mais que o dobro da principal estreia da semana, o filme dos “Power Rangers”. A reciclagem da Disney rendeu US$ 88,3 milhões em sua segunda semana em cartaz, contra US$ 40,5 milhões do reboot da Lionsgate.

A venda de ingressos de “A Bela e a Fera” é tão impressionante que está sendo considerada uma dos maiores arrecadações de um blockbuster em sua segunda semana em cartaz. Em dez dias, o filme ultrapassou os US$ 300 milhões no mercado doméstico. Além disso, está perto de deixar para trás a marca dos US$ 700 milhões em todo o mundo, em tempo recorde. A soma já é a maior bilheteria de 2017.

O sucesso do filme da Disney, acompanhado pelos bons desempenhos de “Kong – A Ilha da Caveira” e “Logan”, ajudou o mercado dos Estados Unidos e Canadá a superar o recorde de faturamento do mês de março, atingindo US$ 1 bilhão no total, e ainda faltam cinco dias para o fim do mês.

Com tanta competição, “Power Rangers” pode até celebrar seu 2º lugar, pois as projeções do mercado apontavam um desempenho pior para o filme da série dos anos 1990.

Por coincidência, tanto a estreia de “A Bela e a Fera” quanto a de “Power Rangers” foram precedidas por declarações a respeito de contextos homossexuais de personagens. E embora alguns países muçulmanos tenham achado ruim, sair do armário não causou o fracasso de nenhum dos dois filmes.

Já as outras estreias da semana não suportaram a competição da “propaganda gay”. Nem a combinação de Ryan Reynolds e Jake Gyllenhaal conseguiu fazer a sci-fi “Vida” passar do 4º lugar, com faturamento de apenas US$ 12,6 milhões. Pior ainda, a comédia “Chips”, que irritou a crítica com suas piadas de pânico homossexual, abriu em 7º lugar com US$ 7,6 milhões.

Vale observar que nem as vistosas semelhanças com “Alien” (1979) impediram “Vida” de ser considerada a melhor estreia da semana pela crítica, com 67% de aprovação no ranking do Rotten Tomatoes. “Power Rangers” foi considerado medíocre (46%) e “CHiPs”, conforme adiantado, simplesmente podre (20%).

Apenas dois dos filmes citados ainda não estrearam no Brasil. A sci-fi “Vida” tem lançamento marcado no país em 20 de abril e a versão comédia de “CHiPs” em 4 de maio.

Confira abaixo o ranking das dez maiores bilheterias dos Estados Unidos e do Canadá.

BILHETERIAS: TOP 10 América do Norte

1. A Bela e a Fera
Fim de semana: US$ 88,3 milhões
Total EUA: US$ 316,9 milhões
Total Mundo: US$ 690,2 milhões



2. Power Rangers
Fim de semana: US$ 40,5 milhões
Total EUA: US$ US$ 40,5 milhões
Total Mundo: US$ 59,2 milhões

3. Kong – A Ilha da Caveira
Fim de semana: US$ 14,4 milhões
Total EUA: US$ 133,5 milhões
Total Mundo: US$ 392,1 milhões

4. Vida
Fim de semana: US$ 12,6 milhões
Total EUA: US$ 12,6 milhões
Total Mundo: US$ 28,7 milhões

5. Logan
Fim de semana: US$ 10,1 milhões
Total EUA: US$ 201,4 milhões
Total Mundo: US$ 547,2 milhões

6. Corra!
Fim de semana: US$ 8,6 milhões
Total EUA: US$ 147,4 milhões
Total Mundo: US$ 154,4 milhões

7. CHiPs
Fim de semana: US$ 7,6 milhões
Total EUA: US$ 7,6 milhões
Total Mundo: US$ 9,5 milhões

8. A Cabana
Fim de semana: US$ 3,7 milhões
Total EUA: US$ 49 milhões
Total Mundo: US$ 49,8 milhões

9. Batman Lego – O Filme
Fim de semana: US$ 1,9 milhão
Total EUA: US$ 170,8 milhões
Total Mundo: US$ 292,5 milhões

10. The Belko Experiment
Fim de semana: US$ 1,8 milhão
Total EUA: US$ 7,5 milhões
Total Mundo: US$ 7,5 milhões



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings