Série mais premiada do ano, The People v. O. J. Simpson chega na Netflix

 

Uma das séries mais premiadas de 2016, “The People v. O. J. Simpson: American Crime Story” entrou no catálogo da Netflix na última quinta-feira (2/2). A série do canal pago FX é uma reconstrução do julgamento do ex-jogador de futebol americano e ator Orenthal James Simpson, conhecido como O.J., acusado pelo brutal assassinato de sua ex-mulher e de um amigo dela em 1994.

Em dez episódios, a série mostra como, desde o começo das investigações, o caso foi amplamente divulgado pela imprensa em histórias vorazmente consumidas pelo público, que enxergava em Simpson um grande herói do esporte e também uma estrela do entretenimento – antes mesmo de se aposentar como jogador, o americano se lançou em uma carreira de ator, participando de diversos filmes e programas de TV.

O julgamento, que foi todo televisionado e durou, acredite, mais de um ano (de setembro de 94 a outubro de 95), é transportado na série com foco na estratégia da defesa, formada por advogados com honorários milionários, que conseguiu transformar o caso de assassinato em uma questão racial.

O elenco grandioso – e bastante premiado pelo trabalho – inclui Cuba Gooding Jr. (“O Mordomo da Casa Branca”) no papel do acusado, além de Sarah Paulson (série “American Horror Story”), John Travolta (“Selvagens”), Courtney B. Vance (série “State of Affairs”), Sterling K. Brown (série “This Is Us”), David Schwimmer (série “Friends”), Connie Britton (série “Nashville”), Jordana Brewster (franquia “Velozes & Furiosos”), Kenneth Choi (série “The Last Man on Earth”), Bruce Greenwood (“Star Trek”), Nathan Lane (“Espelho, Espelho Meu”) e Selma Blair (“Hellboy”).

Criação dos roteiristas Scott Alexander e Larry Karaszewski (ambos de “Grandes Olhos”, “Goosebumps” e “1408”), a série segue o formato de antologia, contando uma história de crime famoso por ano, e tem produção de Ryan Murphy e Brad Falchuck (dupla criadora de “American Horror Story”).

“The People v. O. J. Simpson: American Crime Story” venceu dezenas de prêmios, inclusive o Globo de Ouro, o Critics Choice e o Emmy de Melhor Minissérie de 2016, além de consagrar individualmente Sarah Paulson, Courtney B. Vance e Sterling K. Brown por seus desempenhos.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna

Back to site top
Change privacy settings