Bilheterias: Sully mantém liderança faturando mais que Bruxa de Blair e O Bebê de Bridget Jones juntos



Novo drama estrelado por Tom Hanks, “Sully: O Herói do Rio Hudson” se manteve na liderança das bilheterias norte-americanas (EUA e Canadá) pelo segundo fim de semana consecutivo, faturando mais que a soma da estreia de duas continuações de franquias famosas, que tiveram grande investimento em marketing para sua divulgação. O filme dirigido por Clint Eastwood, baseado na história real do piloto que evitou uma tragédia recente na aviação americana, fez US$ 21,8 milhões e já se aproximou dos US$ 100 milhões mundiais, um desempenho promissor para seu orçamento de US$ 60 milhões.

“É uma história bem feita”, disse Jeff Goldstein, vice-presidente-executivo de distribuição da Warner Bros. em comunicado, ressaltando ainda que “o boca a boca é sensacional”.

As continuações que decepcionaram foram “Bruxa de Blair” e “O Bebê de Bridget Jones”, sequências de filmes que chegaram ao cinema uma geração atrás. Nenhum dos dois longas rendeu grandes filas, arrecadando US$ 9,7 milhões e US$ 8,2 milhões, respectivamente. O valor só não representa um fracasso para “Bruxa de Blair”, porque foi filmado com câmeras portáteis e pouco investimento, com um orçamento de produção de US$ 5 milhões – menor, inclusive, que seus gastos de marketing. Já o “O Bebê de Bridget Jones” custou US$ 35 milhões e provavelmente o dobro disso em marketing, tamanha a presença do filme na mídia. A estreia no Brasil está marcada para 29 de setembro.

O terceiro lançamento da semana, “Snowden”, de Oliver Stone, abriu em 4º lugar, mas não muito distante dos demais, com US$ 8 milhões. Cinebiografia do informante Edward Snowden, que denunciou o programa de espionagem da NSA (Agência de Segurança Nacional) americana, responsável pela vigilância da internet e dos celulares de todos os cidadãos, a produção custou US$ 40 milhões, mas foi econômica em sua divulgação, apostando na repercussão de sua première no Festival de Toronto.

O problema é que a crítica não se entusiasmou. O longa teve 58% de aprovação na média do Rotten Tomatoes, bem mais que os 37% de “Bruxa de Blair”, mas bem menos que os 78% do terceiro “Bridget Jones”. Para piorar sua perspectiva de rendimento internacional, “Snowden” não tem previsão de lançamento no Brasil.

O terror “O Homem nas Trevas” fecha o Top 5, atingindo uma arrecadação doméstica de US$ 75,3 milhões, que o consolida como o segundo maior sucesso do gênero na América do Norte em 2016 – atrás somente de “Invocação do Mal 2”, com US$ 102,4 milhões nos EUA e no Canadá.

BILHETERIAS: TOP 10 EUA

1. Sully – O Herói do Rio Hudson
Fim de semana: US$ 22 milhões
Total EUA: US$ 70,5 milhões
Total Mundo: US$ 93,9 milhões

2. Bruxa de Blair
Fim de semana: US$ 9,6 milhões
Total EUA: US$ 9,6 milhões
Total Mundo: US$ 14,5 milhões


3. O Bebê de Bridget Jones
Fim de semana: US$ 8,2 milhões
Total EUA: US$ 8,2 milhões
Total Mundo: US$ 38,1 milhões

4. Snowden
Fim de semana: US$ 8 milhões
Total EUA: US$ 8 milhões
Total Mundo: US$ 8 milhões

5. O Homem nas Trevas
Fim de semana: US$ 5,6 milhões
Total EUA: US$ 75,3 milhões
Total Mundo: US$ 107 milhões

6. When the Bough Breaks
Fim de semana: US$ 5,5 milhões
Total EUA: US$ 22,6 milhões
Total Mundo: US$ 22,6 milhões

7. Esquadrão Suicida
Fim de semana: US$ 4,7 milhões
Total EUA: US$ 313,7 milhões
Total Mundo: US$ 718,8 milhões

8. As Aventuras de Robinson Crusoé
Fim de semana: US$ 2,6 milhões
Total EUA: US$ 6,6 milhões
Total Mundo: US$ 27,5 milhões

9. Kubo e as Cordas Mágicas
Fim de semana: US$ 2,5 milhões
Total EUA: US$ 44,2 milhões
Total Mundo: US$ 54,6 milhões

10. Meu Amigo, O Dragão
Fim de semana: US$ 2 milhões
Total EUA: US$ 72,8 milhões
Total Mundo: US$ 113 milhões



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings