• Série Popular
  • Marcação Cerrada
  • Após a cirurgia bariátrica
  • The Fat Boy Chronicles

Ron Lester (1970 – 2016)



Morreu o ator Ron Lester, conhecido por ter interpretado o personagem Billy Bob no filme “Marcação Cerrada” (1999). Segundo o TMZ, o ator sofria de problemas no fígado e estava internado em um hospital em Dallas, nos Estados Unidos, há cerca de quatro meses.

“Marcação Cerrada” (Varsity Blues) ganhou culto nos EUA por juntar drama esportivo com rito de passagem da adolescência para a vida adulta. Ao acompanhar um time de futebol americano colegial, do interior do Texas, adiantou vários temas posteriormente explorados com sucesso “Tudo Pela Vitória” (2004) e sua série derivada, a excelente “Friday Night Lights”. Dirigido por Brian Robbins (“As Mil Palavras”), o filme também incluía no elenco o então jovem Paul Walker (“Velozes e Furiosos”).

Nascido no estado da Georgia, nos Estados Unidos, em 1970, Ron Lester estreou no cinema com 17 anos, em “A Guerra do Hambúrguer” (1997), do mesmo diretor, comédia da Nickelodeon protagonizada por Kenan e Kel.

Ele também integrou o elenco das duas temporada sda série “Popular” (1999 – 2001), sobre tribos do colegial, que revelou Leslie Bibb (“Homem de Ferro”) e Christopher Gorham (série “Covert Affairs”).



Mas ficou marcado mesmo pelo papel de Billy Bob, que acabou repetindo, com outro nome, na paródia “Não é Mais um Besteirol Americano” (2001).

Logo após a estreia deste filme, ele se cansou de interpretar personagens obesos e estar sempre cansado nos sets de filmagens, e decidiu passar por cirurgia bariátrica. Obeso desde a infância, o ator ainda precisou fazer diversas cirurgias plásticas para remover o excesso de pele.

A perda de peso coincidiu com a falta de papeis para continuar sua carreira, mas deixou, ao menos, uma participação impactante. No filme “The Fat Boy Chronicles” (2010), ele interpretou um médico que aconselhava um menino com obesidade mórbida a se esforçar para perder peso, pois gordos viviam pouco.

Ironicamente, Ron Lester faleceu aos 45 anos de idade.



Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna



Back to site top
Change privacy settings