Jennifer Lawrence vai viver bilionária no novo filme do diretor de A Grande Aposta

Conhecido por comédias ligeiras, Adam McKay deu uma reviravolta na carreira com o risco calculado de “A Grande Aposta”, filme repleto de atores famosos (Christian Bale, Brad Pitt, Ryan Gosling) que lhe rendeu o Oscar de Melhor Roteiro Adaptado. E pretende repetir a aposta em seu próximo longa-metragem. Novamente baseado numa história real sobre o mundo das finanças, o filme será estrelado por Jennifer Lawrence (“X-Men: Apocalipse”), a atriz mais bem-sucedida do século.

Jennifer vai interpretar a história de Elizabeth Holmes, jovem que largou a faculdade de Engenharia para fundar a startup Theranos, especializada em rápidos diagnósticos médicos a partir de apenas uma gota de sangue. A revolucionária promessa atraiu muitos investidores e, em pouquíssimo tempo, Holmes se tornou a mais jovem bilionária dos Estados Unidos a atingir sucesso sem o respaldo de uma grande herança.

Trata-se de mais uma história de empreendedorismo, como a atriz estrelou em “Joy – O Nome do Sucesso” (2015). Mas o final feliz, desta vez, não é garantido.

Após uma década de atividade e de atingir o valor de mercado de US$ 9 bilhões, o sucesso do empreendimento logo se provou controvertido, levando o negócio a se desvalorizar de forma vertiginosa, passando a valer US$ 800 milhões no início deste mês. Resultados equivocados, profissionais desqualificados e laboratórios fora dos padrões aceitáveis derrubaram o prestígio da Theranos, que atualmente corre o risco de ficar proibida de atuar no mercado. Holmes nega os problemas e a investigação continua.

Após passar por duas franquias de sucesso (“Jogos Vorazes” e “X-Men”), Lawrence entrou em nova fase de sua carreira, e irá emendar a seguir alguns projetos de prestígio, trabalhando com os cineastas Darren Aronofsky e Steven Spielberg. Antes disso, ela estrela uma nova sci-fi, “Passengers”, que estreia no Brasil em janeiro.