Divulgação/Globoplay

“Turma da Mônica” levanta Ibope da Globo

A exibição meio improvisada do primeiro episódio de “Turma da Mônica: A Série”, na nova sessão batizada de “Espiadinha Globoplay”, ajudou a alavancar a audiência da Globo na tarde de sexta-feira (29/7).

Embora decidida sem muita antecedência (não estava prevista na divulgação inicial da grade de programação), a “edição especial” às 15h30, logo após a reprise de “O Cravo e a Rosa” (2000), rendeu 15 pontos de audiência e 32% de share (participação no total de televisores ligados) em São Paulo, o que representa uma ampliação de 5 pontos nas duas instâncias analisadas.

Entre os telespectadores cariocas, o aumento de Ibope foi de 4 pontos, com 8 pontos a mais de participação que nos outros dias: 16 pontos de audiência e 37% de share.

Foi o melhor desempenho do horário em agosto.

Única novidade na programação, o episódio solitário da série pode ter ajudado a audiência de todo a tarde na emissora. A faixa vespertina (das 12h às 18h) registrou recorde de audiência de sextas-feira entre os paulistanos – média de 15 pontos, 32% de participação.

O Jornal Hoje conquistou recorde de audiência em São Paulo, com 15 pontos e 32% de participação, o que representa uma audiência 36% acima da média parcial do ano. A reprise de “O Cravo e a Rosa” também foi recorde em São Paulo, com 18 pontos, e igualou o recorde de participação com 39%.

Para completar, a “Sessão da Tarde” teve sua maior audiência de sextas-feiras em São Paulo, com 14 pontos e 31% de participação.

A inclusão do primeiro episódio da “Turma da Mônica: A Série” na TV aberta teve função dupla. A mais evidente foi atrair assinantes para a Globoplay, onde os fãs podem encontrar dos demais capítulos da série. Mas também serviu de teste para a receptividade do público para a exibição completa da atração em sua programação.

A série da Turma da Mônica estreou em streaming em 21 de julho e traz o mesmo elenco dos dois últimos filmes recentes de cinema, dirigidos por Daniel Rezende, que também assina a produção dos episódios.

A atração tem sido elogiada por público e crítica, e já há campanha para sua renovação nas redes sociais, apesar de o produtor-executivo do núcleo audiovisual da MSP (Mauricio de Sousa Produções), Marcos Saraiva, ter afirmado que ela marcava a despedida dos atuais intérpretes dos personagens.

Indignados com esta informação, fãs deram início a um abaixo-assinado pedindo por mais aventuras com esse elenco: Giulia Benite (Mônica), Kevin Vechiatto (Cebolinha), Laura Rauseo (Magali) e Gabriel Moreira (Cascão), além de Emilly Nayara, intérprete de Milena, que foi introduzida em “Turma da Mônica: Lições” e está sendo considerada a quinta integrante da Turma.