Divulgação/ABC

Lenny Von Dohlen: Ator de “Twin Peaks” morre aos 64 anos

O ator Lenny Von Dohlen, ex-integrante de “Twin Peaks”, morreu na terça-feira em sua casa em Los Angeles após uma longa doença, informou seu empresário. Ele tinha 64 anos.

Von Dohlen é mais lembrado pelo papel de Harold Smith, um cultivador de orquídeas agorafóbico e bastante perturbado, que apareceu de forma recorrente na 2ª temporada de “Twin Peaks”, em 1990, e no filme derivado da série, “Twin Peaks: Os Últimos Dias de Laura Palmer” (1992). O personagem marcou tanto que o ator também foi convidado a participar da homenagem à “Twin Peaks” feita num episódio especial da comédia “Psych”, que reuniu os principais membros do elenco da série clássica em 2010.

Ele estreou no cinema em 1983, no drama clássico “A Força do Carinho”, de Bruce Beresford, e logo em seguida foi escalado como o nerd protagonista da comédia “Amores Eletrônicos” (1984). Mas a carreira cinematográfica não decolou, o que o levou a uma procissão por diversas séries, incluindo “Miami Vice” e “Galeria do Terror”.

A participação em “Twin Peaks” acabou lhe dando maior projeção e o conduziu para uma carreira em suspenses de baixo orçamento, produzidos para o mercado de vídeo. Entre eles, ainda encaixou uma produção de grande estúdio, “Jennifer 8 – A Próxima Vítima” (1992), estrelada por Andy Garcia.

Um de seus últimos destaques foi “Esqueceram de Mim 3” (1997), continuação pouco vista da comédia infantil, em que interpretou um dos ladrões e chamou atenção pelo humor físico. Mas depois disso especializou-se em filmes trash, incluindo os terrores “Vagina Dentada” (2007) e “A Escolhida” (2011).

Seu último trabalho, a comédia indie “Sallywood”, encontra-se atualmente em pós-produção e ainda não tem previsão de estreia.

Ele era casado com o dramaturgo e roteirista James Still, autor da série animada “O Pequeno Urso”, da Nickelodeon.