Instagram/Aline Campos

Aline Campos revela ter sido estuprada duas vezes

Encorajada pela carta aberta de Klara Castanho, a atriz Aline Campos (“Vai que Cola”) decidiu revelar que também foi estuprada quando era jovem. Ela desabafou nas redes sociais logo após o relato da colega, mas só nesta quinta (14/5), em entrevista ao jornal O Globo, deu detalhes sobre as agressão – foram duas.

“Essas violências aconteceram comigo em duas ocasiões. Eu tinha pouco menos de 18 anos. Foi numa época em que eu queria trabalhar, ter as minhas próprias coisas, saía, bebia… E em muitas ocasiões o homem usa da bebida para tirar a culpa e passar para a mulher, que está vulnerável”, contou.

“Por isso é tão importante a gente falar do que não se deve fazer. Muitos homens usam da bebida para aliciar. A bebida faz com que, se a mulher disser ‘não’ e a pessoa forçar; ou então se a mulher dormir, ou ser drogada por alguém, como aconteceu comigo, ela acorda do pesadelo e acha que a culpa é dela”, completou.

Ela explicou que fez terapia e isso a fortaleceu. Por isso, decidiu dar seu depoimento e se dispôs a conversar com meninas ou mulheres “sobre como passei por isso”.

Por sinal, Aline será mãe de Klara na vindoura comédia “Férias Trocadas”, que tem previsão de estrear nos cinemas em 2023. As duas se conheceram durante as gravações, no ano passado, e a aproximação da “filha fictícia” foi outro ponto que a convenceu a revelar a violência que sofreu.

“Muitas meninas e mulheres se cegam para a violência que viveram e se sentem culpadas. A mulher pensa que provocou, a sociedade machista nos faz sentir assim. Hoje em dia, agradeço por eu ter conseguido superar e me fortalecer. Quando relatei na internet, disse que estava abrindo meu coração na intenção de ajudar. Todas as coisas ruins têm dois caminhos: o que destrói e o que potencializa”, concluiu.