Divulgação/HBO

“A Mulher do Viajante no Tempo” é cancelada após uma temporada

A HBO anunciou o cancelamento de “A Mulher do Viajante no Tempo” após o final de sua única temporada, concluindo a história de amor de seus personagens após seis episódios.

“Embora a HBO não esteja avançando com uma 2ª temporada, foi nosso privilégio fazer parceria com os mestres contadores de histórias Steven Moffat e David Nutter”, disse a HBO em comunicado. “Somos muito gratos por sua paixão, trabalho duro e cuidado para adaptar este livro amado. Também agradecemos a Theo e Rose, e ao resto do nosso elenco brilhante por suas performances sinceras, que cativaram completamente o público.”

Adaptação do romance homônimo de Audrey Niffenegger, a série foi desenvolvida pelo produtor-roteirista britânico Steven Moffat (ex-showrunner de “Doctor Who” e criador de “Sherlock”), dirigida por David Nutter (“Game of Thrones”) e estrelada por Rose Leslie (a Ygritte de “Game of Thrones”) e Theo James (o Four de “Divergente”) como um casal com problemas de tempo em seu casamento.

Lançada em maio, a atração acompanhava a história de Clare (Leslie), que durante a maior parte de sua vida guardou um segredo. Desde os seis anos de idade, ela via um amigo que considerava imaginário: um homem gentil e engraçado, às vezes velho, às vezes jovem, que aparecia na floresta atrás de sua casa para lhe contar histórias do futuro. Mas conforme os anos passaram e ela se tornou uma mulher adulta, Clare começou a perceber que seu amigo não era imaginário, mas um viajante do tempo vindo do futuro. E não apenas de um futuro qualquer, mas de seu próprio futuro, já que seu destino era se tornar a esposa do viajante no tempo.

“Havia conteúdo suficiente no livro para mais do que apenas uma temporada”, disse Moffat ao site TVLine na época do lançamento. “Mas, ao mesmo tempo, eu ainda chamaria de série limitada porque não pode durar para sempre. Tem que acabar. Já sabemos um pouco sobre como termina. No episódio 3, você sabe que ele vai levar um tiro em uma floresta. Você sabe que ele vai perder (spoiler) em algum momento. Então é uma história de destino, eu acho. O fim está embutido no começo.”

A série da HBO não foi a primeira adaptação dessa história para as telas. “A Mulher do Viajante no Tempo” já tinha virado filme em 2009, com Eric Bana e Rachel McAdams nos papéis principais – a maior dificuldade para lembrar disso é que o longa foi batizado de “Te Amarei para Sempre” no Brasil.

Veja abaixo o trailer nacional da produção.