Instagram/The Actors

10 clipes novos influenciados pelo pós-punk mais sombrio

A cena gótica/dark wave tem conquistado muito espaço entre as tribos indies com artistas cada vez menos caricaturais, que investem no lado mais pop do movimento, enquanto se afastam das fantasias de Halloween, hoje mais identificadas com Marilyn Manson e vertentes metaleiras.

A seleção abaixo representa 10 artistas que assumem influência do lado mais sombrio do pós-punk dos anos 1980, incluindo, além do som gótico mais conhecido, a variação cold wave dos baixos graves e teclados glaciais.

Os vídeos são disponibilizados de duas formas: tradicional, com breves informações sobre os artistas junto de cada clipe, e via playlist (localizada no final do post), para quem preferir uma sessão contínua – método mais indicado para assistir numa Smart TV (opção Transmitir, na aba de configurações do Chrome, ou Mais Ferramentas/Transmitir etc no Edge).

 

| DUCTAPE | TURQUIA

 

Uma das melhores bandas da nova geração gótica, Ductape gravou o clipe de “Gregor” no México, durante sua primeira turnê pela América Latina. A faixa é o novo single de “Ruh”, o segundo álbum do projeto musical formada em 2019 em Istambul pelo guitarrista Furkan Güleray e a cantora-tecladista Çagla Güleray.

 

| PLOHO | RÚSSIA

 

O novo single, “Plattenbauten”, é a primeira gravação em alemão do trio russo, mas se trata de uma música antiga de seu repertório pós-punk. A versão original, “Новостройки”, foi a música-título do álbum de estreia do Ploho, em 2015.

 

| GIVE MY REMAINS TO BROADWAY | CANADÁ

 

A dupla de Toronto é uma das mais novas da cena dark wave moderna. “What a Horrible Night” foi extraído de seu EP de estreia de 5 faixas, lançado no início do ano.

 

| BABY STRANGE FT. HAYLEY MARY | ESCÓCIA

 

A banda pós-punk de Glasgow se juntou à cantora australiana Hayley Mary (ex-The Jezabels) nesse novo single, extraído de seu segundo álbum, “World Below”, lançado no mês passado – e sete anos depois do álbum de estreia!

 

| KILL SHELTER FT. AGENT SIDE GRINDER | ESCÓCIA

 

Kill Shelter é o projeto musical do produtor britânico Pete Burns, mais conhecido por seus remixes da cena gótica (Christian Death, The Wake, Aleister Crowley e She Past Away), que se juntou ao trio sueco Agent Side Grinder na gravação de “The Necklace”. A faixa está no segundo álbum do Kill Shelter, “Asylum”, que será lançado oficialmente na sexta-feira (15/7).

 

| GOD IN A BLACK SUIT | ITÁLIA

 

O quinteto italiano foi formada durante a pandemia e os temas de caos e isolamento permeiam suas primeiras músicas, apresentadas no EP “Nails”. A faixa-título ganhou clipe no final do ano passado e desde então os músicos estão trabalhando no primeiro álbum, combinando influências de cold wave e pós-punk.

 

| EDITORS | INGLATERRA

 

Formada já tem duas décadas, a banda britânica lançou há poucos dias o primeiro single de seu sétimo álbum. “Karma Climb” retoma a cold wave que inspirou seu primeiro álbum, num arranjo que também evoca a fase synthpop do Simple Minds nos anos 1980. Batizado de “EBM”, o novo álbum chega apenas em setembro, após um hiato de quatro anos e a entrada de Blanck Mass (o pseudônimo do compositor Benjamin John Power, ex-Fuck Buttons) em sua formação.

 

| ACTORS | CANADÁ

 

“Killing Time (Is Over Now)” é o mais recente single da álbum “Acts of Worship”, segundo da banda de Vancouver, lançado no final do ano passado. Bastante representativa do som dos Actors, a faixa faz pop gótico com sintetizadores, num clima de new wave sombria capaz de reviver as velhas danceterias abandonadas dos anos 1980.

 

| CHILD SEAT | EUA

 

Outra banda nova, Child Seat foi formado em 2021 pela cantora Madeleine Mathews (MAWD) e o músico Josiah Mazzaschi (Light FM, Bizou), mais conhecido por seu trabalho de 20 anos como produtor musical – The Jesus and Mary Chain, Built to Spill, Rilo Kiley e muito mais. O repertório é influenciado pela new wave de vocais femininos dos anos 1980 (Til Tuesday, Motels, Go-Go’s, Berlin, etc), mas também o gótico de Siouxie and the Banshees e o alt rock de Yeah Yeah Yeahs. O clipe de “Burning” foi gravado ao vivo no estúdio de Mazzaschi (Cave Studios) com Jeff Schroeder (do Smashing Pumpkins) na guitarra.

 

| JE T’AIME | FRANÇA

 

A banda parisiense é fortemente influenciada por The Cure, como mostra essa gravação ao vivo de “Dance”. O vídeo é de maio, mas a música é do primeiro álbum, lançado em 2019. Je T’aime lançou seu segundo disco em fevereiro passado.

 

 

| PLAYLIST |