Divulgação/Netflix

Uma Thurman vai presidir EUA na adaptação de “Vermelho, Branco e Sangue Azul”

A Amazon Studios anunciou que Uma Thurman (“Kill Bill”) será a presidente dos EUA na adaptação de “Vermelho, Branco e Sangue Azul”, best-seller romântico LGBTQIA+ de Casey McQuiston.

A personagem de Thurman é a mãe do protagonista da história, Alex Claremont-Diaz (Taylor Zakhar Perez, de “A Barraca do Beijo”).

Na trama, após a eleição de sua mãe como presidente, Alex é prontamente escalado como o equivalente americano a um príncipe. Bonito, carismático, brilhante – sua imagem é puro ouro de marketing milenar para a Casa Branca. Há apenas um problema: Alex tem uma rixa de longa data com seu equivalente real do outro lado do oceano, Henry (Nicholas Galitzine, de “Jovens Bruxas”), que é um príncipe de verdade. E quando os tabloides conseguem uma foto de uma briga entre os dois, as relações entre os EUA e o Reino Unido entram em crise.

Chefes das família, dos estados e outros manipuladores elaboram um plano para controlar os danos: encenar uma trégua entre os dois rivais.

O que a princípio começa como uma amizade falsa e instagramável se transforma em algo mais significativo do que Alex ou Henry poderiam imaginar. Logo Alex se vê envolvido em um romance secreto com um Henry surpreendentemente desajeitado, o que pode complicar a campanha de reeleição de sua mãe e implodir de vez as relações entre as duas nações. A situação levanta a questão: o amor pode salvar ou condenar o mundo, afinal?

O dramaturgo Matthew López (“The Inheritance”), vencedor do Tony, escreveu e vai dirigir a adaptação, em sua estreia em longas-metragens. A produção é de Greg Berlanti (o criador do “Arrowverso”) com sua sócia Sarah Schechter, da Berlanti/Schechter Films.

“Estou muito feliz que Uma se juntará a nós para interpretar a presidente Claremont”, disse López. “Sua inteligência, calor e humor são uma combinação perfeita para o personagem icônico de Casey. Mal posso esperar para estar com ela no nosso Salão Oval.”

A adaptação de “Vermelho, Branco e Sangue Azul” ainda não tem previsão de estreia.