Instagram/Fantástico

Rodrigo Mussi detalha seu acidente no “Fantástico” e retorna ao Instagram

Rodrigo Mussi, participante do “BBB 22”, deu sua primeira entrevista e voltou a postar vídeos no Instagram no domingo (29/5), pela primeira vez desde o acidente de carro sofrido em março deste ano. Tanto no “Fantástico” quanto na ferramenta Stories, ele destacou estar vivo por um “milagre”, afirmou que ainda está trabalhando em sua recuperação e agradeceu a Deus.

“Sou muito grato por essa segunda chance na minha vida. Eu não vou desperdiçar. Quero devolver ao mundo, contribuir de alguma forma após tudo o que aconteceu. E quero viver muito”, ele disse no programa da rede Globo. Em sua rede social, reforçou o agradecimento às orações das pessoas por seu “milagre” e encerrou seu depoimento com a publicação de um texto religioso.

Durante a entrevista, o ex-BBB contou detalhes do acidente, reforçando informações colhidas anteriormente e desmentindo algumas das primeiras notícias sobre o caso.

Ele não foi arremessado para fora do carro, mesmo assim se machucou muito e chegou desacordado ao Hospital das Clínicas. “Eu sentei atrás. Eu não tinha o costume de sentar atrás. Eu não lembro realmente se eu coloquei [o cinto] ou não”, contou.

Por não estar com os documentos, ficou cerca de 10 horas recebendo tratamento como desconhecido, sem que seus familiares soubessem seu paradeiro.

“Se eu não fosse bem cuidado nestas primeiras horas de hospital, eu não teria sobrevivido. Fizeram isso sem me conhecer, sem saber quem eu era”, disse Rodrigo.

Um dos momentos mais comoventes foi quando ele lembrou da morte do pai em seus braços, também num acidente de carro.

Rodrigo contou sua história de vida, de ter sido expulso da casa da mãe e, depois, da casa do pai, precisando lutar muito para conseguir vencer na vida. Por isso, quando acordou no hospital, chegou a pensar a desistir de enfrentar o duro tratamento de reabilitação.

“A pergunta que eu fazia era: até quando vou lutar? Tive lutas drásticas e muito fortes. E eu me perguntava: ‘Mas de novo? Logo agora que eu consegui algo que poderia melhorar minha vida'”, afirmou.

“Não entendi o que estava fazendo ali quando acordei. Nunca sofri um acidente ou fiz cirurgias pelo corpo. Lutei muito para ser independente na minha vida e logo estava ali, dependente”, lembrou.

O “Fantástico” informou que o ex-BBB perdeu 26 kg durante a internação, mas já recuperou 20 kg durante mais de um mês de fisioterapia. Ele ainda está visivelmente magro e trabalhando para recuperar massa. Também ficou com uma cicatriz na testa devido ao cateter e tem falhas no coro cabeludo.

Durante a entrevista, Rodrigo disse ter ficado surpreso com a comoção que seu acidente gerou nas redes sociais.

“Teve bastante gente orando, os fãs fizeram uma corrente maravilhosa. O milagre foi por essa união. Eu queria devolver esse carinho. Não tinha essa noção”, constatou.

O programa da Globo ainda exibiu mensagens de três ex-BBBs que foram seus parceiros durante o reality show, Lucas Bissoli, Eslovênia Marques e Eliezer do Carmo Neto, além de um recado especial do apresentador Tadeu Schmidt.

Ex-integrante do “BBB 21”, Vih Tube também participou da reportagem contando que ficou com medo de Rodrigo morrer. Os dois se tornaram amigos após ele sair no segundo paredão do “BBB 22” e essa proximidade fez com que ela pudesse acompanhar de perto todo o drama da família.

“Eu tinha medo de não viver isso, a volta dele. Foi desesperador. É muito bom ver ele aparecendo, sorrindo”, afirmou ela, que cuidou das redes sociais de Rodrigo por um período. Os dois atualmente têm o mesmo agente e a entrevista foi feita na casa dela.

O acidente envolvendo o ex-participante do “BBB 22” aconteceu por volta das 3h da madrugada do dia 31 de março, na Marginal Pinheiros, próximo à Ponte Eusébio Matoso, em São Paulo.

Rodrigo voltava num carro de aplicativo do Estádio Cícero Pompeu de Toledo, o Morumbi, onde assistiu ao primeiro jogo da final do Campeonato Paulista. O motorista confessou ter cochilado e o veículo se chocou contra a traseira de um caminhão, resultando em ferimentos graves para o passageiro, que não usava cinto de segurança.

O ex-BBB sofreu traumatismo craniano e fraturas graves na perna, que exigiram mais de uma cirurgia e o deixaram internado no Hospital das Clínicas por praticamente um mês, até 28 de abril, quando passou para outra unidade hospitalar para realizar tratamento intensivo de reabilitação para recuperar todos os movimentos.

Ele deixou a clínica de reabilitação motora há nove dias e se recupera em casa, com uma rotina diária de sessões de fisioterapia e exercícios fonoaudiólogos para recuperar a voz.